Capítulo 04 – Brumas de Avalon: A Senhora da Magia

Escrito por: | em 26/11/2009 | Adicionar Comentário |

O PODCAST:

Cap.04 - As Brumas de Avalon - A Senhora da Magia

Play
Play

Baixe a versão zipada: Download.

Este podcast contém spoilers

O LIVRO:

Título: Brumas de Avalon: A Senhora da Magia

Autor: Marion Zimmer Bradley

O primeiro volume da série “As Brumas de Avalon” narra os fatos que antecederam o reinado de Arthur.

O livro se divide em duas partes principais descrevendo, primeiro, os acontecimentos que levaram à ascenção de Uther Pendragon e ao nascimento de Arthur e, em seguida, a vida de Morgana e Viviane em Avalon e a relação dos personagens entre sí e com a mágia que cerca o local.

Edições utilizadas:

– Bradley, Marion Zimmer. As Brumas de Avalon. Vol. 1. A Senhora da Magia. Tradução: Dutra, Waltensir. Rio de Janeiro: Imago Ed., 2008.

– Bradley, Marion Zimmer. As Brumas de Avalon. Vol. 1. A Senhora da Magia. Tradução: Dutra, Waltensir. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1989.

04-capa-198904-capa-nova

A EQUIPE:

Comentários por: Danielle Toste, Eric Torres, Juliana Morais, Gustavo Domingues.

Edição por: Gustavo Domingues

Seleção da Trilha Sonora: Gustavo Domingues

A AVALIAÇÃO:

3 grifos

AVALIAÇÃO Dani Eric Gustavo Juliana Média
Trama 3,00 x 1,00 3,00 2,33
Personagens 4,00 x 2,00 4,00 3,33
Escrita 5,00 2,00 4,00 4,00 3,75
Leitura 4,00 1,00 1,00 4,00 2,50
Média 4,00 1,50 2,00 3,75 3,00

AS REFERÊNCIAS

Trilha Sonora:

Arnauld Conde – Velvorne The Bladed Druid

Armolithae – Benesth The Iron Star

Sydney Poma – Emotions Virtu’elles

As musicas utilizadas foram disponibilizadas gratuitamente no jamendo.com sob uma licença creative commons

PROXIMO EPISÓDIO

O Capítulo 05 será sobre o livro: “O Ladrão de Raios” de Rick Riordan.

Link para o Trailer do filme do livro “O Ladão de Raios”.

Comentários, dúvidas, sugestões: contato [arroba] grifonosso.com




Categorias: Podcast
Tags: , , , ,

Dani Toste

Advogada, jogadora de RPG, viciada em internet, amante de de livros, séries, música e filmes. Acha que o Lewis Carrol é um gênio, é obcecada pelos livros da Alice que considera os melhores do mundo.

38 Comentários sobre Capítulo 04 – Brumas de Avalon: A Senhora da Magia

  1. Pingback: Tweets that mention Grifo Nosso » Capítulo 04 – Brumas de Avalon: A Senhora da Magia -- Topsy.com

  2. SilasTorres

    Até que enfim!!! já não aguentava mais esperar *-* baixando!

  3. SilasTorres

    Putz, 3 Grifos apenas?

  4. O Goblin

    To vendo que esse é um livro que nao passou na regra dos 15 anos… 3 grifos? Eu me lembrava tao bem dele, mas vejo que esta na hora de uma releitura. Mas só depois do podcast.

  5. Dani Toste

    3 grifos foi uma nota controversa, observem que tanto eu como a Ju atribuimos uma média bem mais alta.

  6. SilasTorres

    sim sim! o/ adorei o Cast! *-* muito bom…
    e os 3 grifos foram bem casados! =)

    parabéns a todos…
    e um abraço exclusivo pra Dani Toste que suportou minha insistência todos os dias pelo cast… haushaushaush

  7. O Goblin

    hehe Eu acho que o 3 foi mais que bem merecido para este livro, como foi falado no fim do post.

    No geral podcast muito bom, mas eu nao gostaria de ver outro sobre este livro :D

    Agora momento Goblin chato, usem um plugin que possamos receber comentarios novos no e-mail

  8. Issue

    Eu li as brumas de avalon quando tinha 13 pra 14 anos, e como sempre fui muito de ler (Brumas de avalon nao foram minha primeira série) me apaixonei por morgana, por Merlin da Bretanha, entre outros. Muito bom esse podcast, ja baixei outros pra ouvir.
    Parabéns pelos comentarios engraçados e obrigada por fazerem dessa semana a mais divertida de todo o mês. :D

  9. Issue

    Olha, fiz uma comu para este site maravilhoso, por favor me ajudem a divulgar!!!

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=96497840&refresh=1

    Há muito tempo que eu nao me sentia tão a vontade pra discutir sobre os livros que eu leio e que já li.
    Me senti numa roda de amigos, falando sobre literatura!
    Parabéns!! Vamos divulgar!!! Mais e mais pessoas devem conhecer esse site otimo!

  10. Thaís Priolli

    Ficou muito bom o podcast, a trilha sonora ficou muito boa, no volume certo.
    Em relação ao livro eu li a série inteira e gostei quando eu li a uns 6 anos atrás, mas vou ter que concordar com os meninos Crônicas de Arthur é muito melhor. Não são só batalhas como foi falado, e sim tem mulheres importantes que não são tratadas como objetos e tem outras que são, ao contrário dos homens na série Brumas de Avalon, que em sua maioria são tratados dessa maneira. Não lembro se no Brumas de Avalon teve algum romance realmente verdadeiro (o da Igraine com o Uther eu não considero), mas no Crônicas de Arthur tem, um romance de companheirismo eu digo e não só carnal.

    É um livro que para mim a leitura não fluiu muito rápido, comparando com outros livros. Acredito que a nota 2 reflita este livro. É lógico que como foi falado os outros livros ficam melhores, mas nada de sensacional.

    Aguardo ansiosamente pelo proximo podcast sobre o Ladrão de Raios.

  11. Dani Toste

    Issue,

    Vamos divulgar sim, obrigada pelo entusiasmo!

    Thais, em relação à questão Cronicas x Brumas eu mantenho minha posição.

    Só para constar, eu achei o Cronicas de Arthur muito legal, só não achei que foi melhor nem pior que o Brumas, acho que não da para comparar só por serem ambos histórias de Arthur, porque os objetivos e o enfoque dos livros é bem diferenciado.

    Se o Brumas falha em detalhar alguns personagens, o Cronicas falha em outros. A Morgana e a Guinevere, por exemplo, são muito pouco retratadas e há muito pouca profundidade no Cronicas, a menos que ele mude totalmente a narrativa no ultimo livro, mas ainda assim não compensaria porque são duas das principais personagens da história que ficam meio de lado em pelo menos dois de tres livros.

    Lembrando, não é que eu não goste do Cronicas, só para mostrar que também não é um livro perfeito e também não é uma versão “definitiva” da história de Arthur. È só que o enfoque do Cronicas É SIM nas batalhas e nos conflitos entre as nações e entre os guerreiros (não que não tenha outras coisas, mas estou falando em enfoque) enquanto o brumas é o extremo oposto.

    Aliás, repito que as mulheres são tão importantes no Cronicas quanto os homens no Brumas.

    É claro que você pode gostar ou não de um determinado aspecto num livro, é uma escolha pessoal, mas que digam: que não gostam do subjetivismo e do enfoque do livro, por isso preferem o Cronicas mas não que um livro é melhor que o outro ou mais completo que o outro. Os escritores simplesmente fizeram escolhas diferentes e abriram mão de coisas diferentes na história.

  12. Andre

    Puxa vida, faz muito tempo que li o Brumas e não lembro bem dos detalhes. Só lembro que gostei mas, pensando bem, nunca tive vontade de reler.

    Acho que a média 3 ficou de bom tamanho.

  13. C.Y.B.O.R.G

    Particularmente não vou ler esse livro. Ouvindo o podcast achei ele bem lento. Gosto muito da história, mas achei que no bate-papo não é um livro tão empolgante, talvez por ser no ponto de vista das mulheres rsrsrs

    A edição dessa vez ficou bem mais limpa, e as trilhas melhores usadas. Parabéns!

    Vou providênciar o livro do proximo podcast e vamos ver no que dá…

    abraços á todos!!!

  14. CGN

    Òtimo podcast, os 4 na verdade.
    Os podcass no Brasil estão somente começando, ainda mais na literatura, então já é um ótimo entretenimento.
    Creio que precisem de livros rápidos para poderem gravar o podcas no tempo correto! Vocês já leram Sangue e Chocolate?

  15. Camila

    Oi

    Parabéns a todos o PODCAST está muito bom.

    Abraço a todos.

  16. Rodrigo Lourenço

    Muito boa essa iniciativa de vocês…
    Sou o membro nº 10 da comunidade que sorte a minha.

  17. Erika

    Só pra aumentar a estatística citada no início do cast: sou mulher, li As Crônicas de Artur do Cornwell e As Brumas de Avalon da Marion e, pra mim, Cornwell é muito melhor. Entendo que as abordagens sejam totalmente diferentes entre essas séries, mas em nada me agradou o Artur fraco e manipulável da Marion, além do “excesso” de magia, tudo fantasioso demais.
    Prefiro a visão um pouco mais histórica do Cornwell (não necessariamente real).

    Ah! Procurei por vcs no skoob (www.skoob.com.br), uma rede de relacionamento de leitores (viciante, confesso. rs), mas não os encontrei. Realmente não estão por lá?
    No mais, parabéns pelo podcast, é muito bom!

    Abraços,
    Erika

  18. Gustavo Domingues

    Caramba Erika, acabei de me cadastrar no Skoob, não acredito que não conhecia este site, muito legal mesmo.
    Se quiser meu perfil é: http://www.skoob.com.br/perfil/gustavomd
    E obrigado pelo comentário, vocês nunca me deixam na mão.

  19. Issue

    não acredito que não conhecia este site²
    Muito boa recomendação
    :D

  20. Samuel Varela - Crato-CE

    Já tinha lido esse livro a alguns anos atras e gostei muito, foi a melhor versão da história do rei Artur que eu já li, e achei melhor até que muitos filmes sobre esse tema que eu já vi.
    Semana passada comprei os 4 volumes, pois na primeira vez que li eu tinha pedido emprestado. Achei a nota para ele bem baixa, eu daria 4 grifos.
    Outro livro dela que eu gostei muito foi “O Incêndio de Tróia”.

  21. Andre

    Não acredito que não conhecia este site³

    Criei meu perfil a poucos dias =]

  22. Erika

    Que bom vc ter gostado do skoob Gustavo. Terminei de te adicionar por lá. E vi que a Dani tb se cadastrou :) Segui-la-ei também.
    Abraço.

  23. Denis-sensei

    Muito bom esse episódio, conheci o podcast a pouco tempo, mas ja me interessei.

    E espero ansioso pelo de o Ladrão de Raios, que eu já li e é mt bom.

  24. Pingback: Resumão – Novembro – Parte 4 « TeiaCast

  25. Flávia Santos

    Oi!
    Primeira vez que vou ouvir o Podcast de vocês. Só pra aviso preliminar: estou com um problema no meu teclado (uma longa historia sobre um amigo infeliz do meu pai), entao não estranhem se algo sair escrito errado.
    Li sobre o programa lá na coluna do Samuel Varela no Bau Pirata (coluna chama-se PodMania) e decidi vir ouvi-los. Comprei o volume 01 de Brumas de Avalon aqui na Feira do Livro de Porto Alegre em outubro, depois de quase 2 anos procurando o bendito pelas livrarias dessa cidade. Nunca encontrava e agora que achei, vou ler! Porque ainda não li (como eu disse, problemas no teclado, mas eu colocaria um ponto de interrogaçao ali se pudesse) Porque eu já tinha outros dois livros na fila de espera da minha prateleira, fora dois para o colégio, um bom outro nem tanto…
    Vou ouvir o programa e depois comento mais. Mas uma coisa que vale ser comentada aqui é que eu sempre quis ler Brumas de Avalon por causa de uma vizinha minha que eu conheço desde sempre e que me contava que as filhas dela tinham lido. Eu ouço ela dizer isso pra mim desde que eu era pequena. Acabou que peguei a neura de querer ler essa Quadrilogia.
    Bom, era isso. Um grande abraço a todos e até mais!

    PS: me esperem COM CERTEZA no proximo episodio sobre “Ladrão de Raios”. Fazia anos que eu nao lia um livro tão divertido!

  26. nerdher

    estou gostando muito do grifo nosso.tive uma ideia muito parecida com essa para um podcast,mas tambem envolvia noticias bibliografias dos autore e debates sobre alguns gêneros da literatura, porém desisti mas fica ai a dica.
    Os integrantes do cast são ótimos. Sou particulamente fã seu (dani) e do gustavo.
    Adoro quando vocês se perdem e começam os debates juridicos :) todos darão ótimo advogados,promotorer,procuradores e juizes.
    Continuem o maravilhoso trabalho

  27. Thiago Cabello

    Mais umas vez fizeram um ótimo trabalho.
    Estou sem tempo para podcasts mais esse e o NC, não largo.
    Parabéns!

  28. Eduardo Sales Filho

    Olá,

    Parabéns pelo episódio, não conhecia ainda o Grifo Nosso. Mandarei um e-mail com maiores comentários.

    Abraços,

  29. Daniel

    Pessoal, adorei os podcasts. Este das Brumas foi o primeiro que eu escutei, depois foi o do menino do pijama listado, que assisti o filme a pouco tempo.

    Eu costumo escutar eles no meu celular enquanto faço minhas caminhadas, e as vezes chego a caminhar mais do que o planejado só pra escutar mais vocês falando, ou acabar um episódio… Ja baixei também o da Alice, vou escutar nos próximos dias…

    Ah, uma sugestão, no início de cada podcast, falem a data em que estão gravando, fiquei meio sem saber se era algo recente, ou de anos atrás, pois baixando a partir do celular não se tem muitas informações… Só descobri que eram recentes olhando aqui no site…

    Abraço as 4 e continuem com este projeto, é muito legal.

  30. Melissa

    Então, eu acho que os homens do podcast tem uma visão meio limitada. Mas é que homem nunca gosta de ler sobre mulher. Salvo raras exceções. Crônicas de Arthur é um dos meus livros favoritos e Brumas também. Acho que são só visões diferentes sobre o mesmo assunto. Não acho que seja possível comparar. Até porque um tem um propósito claro de retratar a vida das mulheres e outro de mostrar o lado masculino da batalha. Enfim, sem comparações.

    Achei a nota do livro bem baixa, viu. Achei que o pessoal exagerou com as críticas.

  31. Pingback: As Brumas de Avalon – Vol. 1 A Senhora da Magia « Livros de Fantasia

  32. Cassio

    Comparar Crônicas de Artur com Brumas de Avalon me parece tão errôneo, os escopos são tão diferentes. É o mesmo que comparar Segundas Intenções e Nova York Sitiada só por que ambos falam sobre Nova York. Eu prefiro Brumas, mas não tiro o mérito do Bernard, ambos têm intentos diferentes. Se for assim, posso comparar ambos com A Morte de Artur, escrita há decênios e tornar a coisa uma maranha de inconstâncias e despoletar uma discussão secular.

    • Dani Toste

      Cassio,

      Eu concordo também que são coisas diferentes, mas as pessoas insistem em comparar, não tem jeito…

  33. Gustavo Domingues

    Quando escreveu os livros, a própria Marion Zimmer Bradley o comparou com as versões que existiam, se referindo ao foco de personagens diferentes que seu livro tinha. Se a autora o fez (o que mostra que de certa forma ela escreveu pensando nisso) acredito ser extremamente válido comparar as obras que recontam uma história. Nova York Sitiada e Segundas Intenções têm os mesmos personagens? A mesma história central? Se passa na mesma época e nos mesmo locais? Existem muitas consistências na comparação das Brumas com As Crônicas. E se eu recontasse a história de Drácula como um romance entre um morto vivo amaldiçoado e uma mulher que urge por ele e por ser transformada para passar a eternidade, mas pela visão da mulher? Eu poderia ser comparado com o original? Com a versão de Bran Stoker? Ou com a versão de seu filho? Mas minha visão é diferente… talvez eu mude uma coisa aqui e outra ali.

  34. Garneck3

    Oi pessoal do GN.
    sou ouvinte de vários podcasts, sobre temas variados, mas nenhum de livros. pena que esse assunto não seja tão popular quanto cinemas, games, quadrinhos, etc…
    Como estou embarcando na de vocês só agora, vou fazer maratona de episodios e ir comentnando na medida do possivel.XD
    Estou com o Eric nessa, não consigo ler esse livro até o fim exatamente por conta de tanto “papo de mulher”
    antes que me crucifiquem aki, entendam não é que ouvir o que as mulheres do livro pensam não seja interessante, mas é que muitas vezes eu estou lá com sangue nos olhos esperando pra ver sangue, e começam a Igraine ou a própria Morgana com com aquele lerolero das possiveis impllicações que suas atitudes terão e blablablá.. e quando eu vi, passei 8 páginas lendo o livros sem prestar atenção no que aconteceu e me perdi =[
    enfim… mas acho que vou retomar a leitura logo pois quero alcnaçar vcs ao menos antes do terceiro volume desse livro =)
    abçs
    ateh +

  35. Thais

    conheci seu blog faz pouquíssimo tempo, mas os podcasts estão ótimos, e passei a acompanha-los. incrível a idéia de se fazer podcasts de livros.
    como leitora contumaz da marion zimmer, gostaria só de acrescentar que, como mencionado no podcast, o sonho que a igraine tem dela com o uther, é referencia a um outro livro da marion zimmer, que se chama “a queda de atlântida”, de 2 volumes: “a teia de luz” e “a teia de trevas”. conforme vão se lendo os livros da autora, percebem-se outras referências das personagens, praticamente em todos eles, principalmente as de mais destaque, as irmãs deoris e domaris. inclusive, se não me engano, no sonho igraine se reconhece como deoris e seu companheiro, o sacerdote rajasta, eles (e as irmãs, através de um ritual ligando suas almas) tendo assumido o compromisso de se encontrarem sempre em todas as suas vidas posteriores a partir dos acontecimentos na queda de atlântida. a partir daí as irmãs (principalmente)e alguns outros, aparecem sempre nos livros da autora, em referências ora veladas ora mais óbvias.

  36. Pingback: Livro e Filme: As Brumas de Avalon (The Mists of Avalon) |

  37. Pingback: Papo Lendário #46 — As Camadas da Lenda Arthuriana | Mitografias

Adicione um comentário