Livros de Velho Oeste

Escrito por: | em 19/08/2010 | Adicionar Comentário |

Pouco tempo atrás eu terminei de jogar a campanha de Red Dead Redemption, o jogo de velho oeste que é o grande hit da Rock Star deste ano considerado o 3º melhor jogo de PS3 e o 5º melhor do Xbox 360.

O que posso dizer é que fiquei estupefato com o jogo. É maravilhoso em termos gráficos e jogabilidade, mas o que me deixou frenético foi o roteiro bem moldado e os personagens únicos e marcantes, com atuação de dublagem impecável.

Red Dead tem uma vasta experiência Multiplayer

É uma história vívida de redenção de um homem amargurado e violento, que se envolve com golpes de estado, canibais do deserto, agentes corruptos e indíos vingativos, tudo em nome de sua família e tendo como pano de fundo um cenário do oeste moribundo, ao fim de seus dias de glória retratada em tantos filmes.

Quando terminei, descobri que afinal eu gosto do velho oeste, já havia entrado em contato com o cenário com outro jogo que tem uma ótima história, chamado Call of Juarez (I e II) e com Faroeste Arcano e Lobisomen Wild West, ambos livros de RPG. Mas fiquei triste com o fato de nunca ter encontrado um bom livro de literatura passado no Velho Oeste.

O engraçado é que, foi durante a época da conquista do oeste que nasceu o gosto por literatura americano, tanto a realista como a fantástica. Nesta época, romances de cowboys e pistoleiros eram fáceis de encontrar, e graças à população majoritariamente alfabetizada,  por conta da doutrina protestante, eles ficaram rapidamente populares e se espalharam por todo o país, gerando muitos outros gêneros mais tarde.

É interessante notar que o oeste era conhecido como violento pelos livros, mas  as cidades pequenas do oeste eram mais seguras do que cidades como Londres ou Nova York, com cerca de um assassinato a cada dois anos.

As cidades de Lego tinham menos mortes ainda, mas um alto índice de destruição de propriedade.

No entanto uma extensiva busca nas livrarias on-line do Brasil não me trouxe resultado nenhum quando se trata de livros de velho oeste. Eu sei que é um cenário de outro país, mas nós não temos literatura nem sobre os Bandeirantes, quanto mais outras coisas interessantes. Isso talvez se dê pelo fato de que a literatura antiga do Brasil sempre ser monopolizada pela nobreza e elite política do império, e até hoje “achamos” geniais os escritores tão cultos e politizados que temos que ler no colegial, embora não tenham escrito nada sobre os conquistadores e a história de confrontos com nativos no Brasil.

Padeço de vontade de ler um bom livro de velho oeste.

Quem tiver uma dica, vai ser mais do que bem vinda.

Leiam com vontade.




Categorias: Diversos
Tags: , , , , , ,

Gustavo Domingues

Mordido por um advogado radioativo, Gustavo desenvolveu super poderes como: advocacia esperta, escrita relapsa, narrativa vingativa. Carrega um dispositivo no bolso que contem todo o conhecimento humano, mas ele o usa para brigar com estranhos e ver vídeos de gatos.

13 Comentários sobre Livros de Velho Oeste

  1. Eric Torres

    Estávamos precisando de um bom jogo de velho oeste, e somente agora em 2010 a rockstar conseguiu fazer essa proeza. Cheguei jogar Red dead revolver e gun na época do ps 2, mas nada comparado ao que temos hoje. Quando surgir mais um tempo, começarei a campanha novamente.

    Infelizmente esse gênero não é muito priorizado em livros. Já procurei em livrarias, mas nada que fosse realmente bom.

    Acho que é algo que nasceu para o cinema, já que os ambientes sempre oscilam entre viagens através do nada, com índios atacando e conflitos armados dentro de cidades de uma rua só. A isso nós somamos um enredo meio repetitivo, em que um sujeito busca vingança pela morte do pai ou tenta achar um tesouro qualquer. Para os tempos modernos, é claro, tem-se o lado rosa da fraternidade masculina.

    O sucesso dos primeiros filmes western tirou a necessidade de literatura especializada, restringido ao cinema toda a produção. O que é uma pena, sem dúvida.

  2. Tiago Malta

    acho que não é bem isso que você quer, mas hoje no onibus (aqui no RIo de Janeiro) vi um senhor com um livro com o titulo o “Velho Oeste Carioca” de “Andre Luis Mansur” … pedi para dar uma folheada e achei muito interessante, ja que sou morador da zona oeste (suburbio boladão rsrsrs) e descobri que teve ocupação pirata bem proximo ao sitio da minha familia.

    Agora pulando para outro extremo quando mai jovem sempre me amrrei em joga o desafio dos bandeirantes

    essas são minhas dicas

  3. Jagunço

    Certo, hora de comprar “Red Dead Redemption”, o GTA Western… :P

  4. R.Martino

    Não é 100% western, mas O Pistoleiro do King, e suas sequências, tem uma pegada bang bang. Mas, como tudo mais do Stephen King, é “ame-o ou deixe-o”.

  5. ledenovo

    procura livros do escritor Karl May,tem uma coreçao otima que conta a vida do caçador mao de ferro.
    falando em jogos,hehe eu tambem zerei gun e os dois red dead.

  6. Paulo Rogério

    Eu também gosto muito do velho “wild west”. Estou louco para jogar Red Dead que, desses jogos de velho oeste mais recentes, é único que ainda não joguei.
    Alguns anos atrás, eu estava comprando tudo que fosse relacionado ao gênero, desde filmes, jogos, até comecei a ouvir algumas musicas do Johnny Cash. Só não comprei uma estrela de xerife porque se lá no EUA eles tinham medo de usar uma coisa dessas, imagina eu aqui em BR(Paraíso dos criminosos, Valhala dos malfeitores, Shangrila Sulamericano e etc…)hehehe.
    A minha grande decepção foi justamente na literatura, vasculhei todos os sebos e livrarias, mas não encontrei nada. Tive que me contentar apenas com as velhas HQs do Tex Willer, Trigun(velho oeste futurista) e alguns e-books que eu achei na net.

  7. Rodrigo

    “Billy the Kid” fala sobre o velho oeste,um bom livro.

  8. Fabricio

    Bela observação, eu sou fascinado por historias de velho oeste, ate mesmo quando estava servindo o exercito lá no meio do mato, deitado atirando em alvos no meio do cerrado, me imaginava no oeste, no meio de uma cidade, com bandidos nos telhados das casas de madeira ou ate mesmo homens sendo jogados para fora dos salons rsrs, boba minha imaginação, mas ficou tão seria a coisa que estou escrevendo um livro, não sobre o oeste americano, mas sobre o centro oeste brasileiro, com o banditismo dos jagunços na época da republica velha, é a historia de um jagunço que se mete na vida dos bandidos depois de vingar a morte cruel do pai, depois da vingança consolidada ele não consegue mas parar de matar e se envolve nos principais confrontos de goiás, em chacinas de fazendas e tudo que uma boa historia de bang bang sugere, comecei esta historia pelo motivos que os trazem aqui, não consegui alimentar meu desejo de ler sobre o velho oeste e então resolvi fazer minha própria historia de oeste, talvez eu não chegue a publicar, mas estou me divertindo rsrs

  9. felipe lima ferreira

    Meu amigo sem muitas delongas te indico o livro Enterrem meu coraçao na curva do rio. Pra quem curte um faroeste e tudo q nele se relacioba, eu acho que vai gostar. Muito. Custa uns 25 reais ou nos sebos por 10 . Mas e um puta livro q envolve essas tematica !!! Abçs

  10. Ricardo Soares

    Fique tranquilo amigo, estou escrevendo um romance sobre faroeste, tipicamente americano.
    Também sou um fã incindicional do gênero!, e até o primeiro semestre de 2016 estará pronto!
    Aí a gente conversa.

  11. Ana G.

    A Saga do Colorado, de James Michener.
    A história do Oeste bravio norte americano, desde que nele se registrou a existência de vida humana aos seus primeiros grandes personagens históricos, os índios, aos homens de pele branca, desbravadores de suas terras, até aos tempos atuais. Um épico de autoria de um dos mais aplaudidos romancistas contemporâneos.
    Romance extenso, mas excelente! Foi adaptado para as telas do cinema.
    Abraços!

  12. Marcelo C.

    O Faroeste – Claude Fohlen

  13. yang sob

    Meridiano de sangue. O melhor do gênero.

Adicione um comentário