First Blood: Você não conhecia o livro do Rambo.

Escrito por: | em 06/09/2010 | Adicionar Comentário |

Se você é jovem demais e só conhece Rambo como um personagem idoso que Sylvester Stallone ressuscita para acumular alguns milhões em bilheteria, você não deve saber que ele é um personagem com status divino no panteão dos filmes de ação e um dos únicos que se tornaram um adjetivo (meu deus! Aquele cara é um Rambo!) durante os anos 80.

E também criou a moda de bandanas vermelhas

Mas o que poucas pessoas sabem é que o filme Rambo: Programado para Matar (ou Rambo: A Fúria do Herói em Portugal) na realidade foi baseado no livro First Blood do escritor David Morrel. É sério. Existem livros do Rambo. De verdade. E eles não são só um monte de onomatopéias representando as explosões. Sério.

Que não deixaria de ser uma idéia espirituosa, apesar de imbecil.

O filme é uma adaptação razoavelmente fiel do primeiro livro, mas o enfoque é mudado.  No filme nós vemos o soldado americano que volta à sua terra depois de sofrer por anos no Vietnam vendo seus amigos morrerem e sendo preso e abusado por seus captores Vietcongues (talvez eu tenha inventado a parte do abusado, mas eu gosto de pensar que só uma pessoa abusada tem tanta sede de sangue quanto Rambo).

É o que todos nós aprendemos com Marsellus.

E ao invés de receberem o herói John Rambo com chá e bolachas,  as pessoas da cidade em que Rambo procura um velho amigo seu o vêem com desconfiança e o Xerife da cidade o prende injustamente, levando à sua fuga e consequentemente ao banho de sangue mais violento da América desde a conquista do Oeste.

No livro Rambo não é tratado como um herói injustamente perseguido, mas sim como um homem problemático que causa a morte de inúmeros inocentes, sendo que ele é perseguido e morto ao fim (ops, spoiler). E no livro também está a cena em que Rambo derruba um helicóptero com uma pedra.

Veja e aprenda Davi. Veja e aprenda...

Veja e aprenda Davi. Veja e aprenda…

O filme têm um final alternativo em que Rambo se suicida (no livro seu amigo Coronel Trautman mata ele), mas Sly Stallone se recusou a aceitar o fim trágico vendo o potencial da franquia. O engraçado é que o autor gostou do final em que Rambo sobrevive, e até escreveu os livros que correspondem aos demais filmes da franquia, todos sem explicar como Rambo sobrevive à um tiro no rosto sem sequelas (também me pergunto como 50 Cent sobreviveu e porque não usaram uma calibre 12 nele já que era pra estragar o velório). E o segundo livro não começa com um necromante invocando Rambo do Valhalla.

O que é realmente uma pena é o fato de o livro nunca ter sido traduzido para português, uma vergonha para um país  que se diz conhecedor do Rambo. E olha que até a Xuxa já fez uma música para o Rambo em seu Xegundo Xou da Xuxa.

"Adriaaaaaaaaaaaaaan"

Pois é… Xuxa.

Leiam com vontade.




Categorias: Curiosidades, Diversos
Tags: , , , , , , , , , , ,

Gustavo Domingues

Leitor inveterado e crítico mal humorado, pretende criticar todos os autores até alienar a literatura para sempre!

8 Comentários sobre First Blood: Você não conhecia o livro do Rambo.

  1. estranho

    Oi, sou leitor contumaz do site e vocês estão de parabens. Só gostaria de fazer duas ressalvas sobre o livro do Rambo. Eu li uma versão brasileira do livro. Era de uma coleção estilo pulp (capa mole e miolo de papel jornal), onde tambem saiu uma edição de Tubarão. Quanto a história, ela é mais densa (principalmente no aprofundamento psicologico dos personagens, tanto do Rambo qanto do xerife, o que desmistifica absurdamente o papel do herói na trama. Eles são resultado do seu meio: um homem treinado para sobreviver e um oficial disposto a proteger sua cidade) Agora, não sei se foi a tradução ou minha memória me dando um fail, mas no que li Rambo arrassa a cidade para pegar o xerife, se ferindo muito no processo, e depois que o mata foge para a floresta, onde se mata, pois seria uma desonra ser preso. E tambem tinha um lance de missão cumprida (matou o “inimigo”). Vou procurar em alguns sebos, pois essa coleção era muito popular e tenho certeza que muitos exemplares foram parar lá.

  2. Gustavo Domingues

    Oi estranho, obrigado pelo comentário.
    Nossa, vou procurar imediatamente essa versão brasileira, eu realmente não sabia que existia.
    Mas no livro o Rambo busca caça o xerife mesmo, e busca uma morte de soldado, em batalha. No final ele é morto por Trautman. No fim alternativo do filme é que Rambo se suicida(fica parecendo aqueles massacres escolares).

  3. estranho

    O nome da série é Campeões de Bilheteria. Outra coisa, por no podcast vocês nunca sugerem pegar os livros em uma biblioteca. Adoro os bate-papos de vcs. Valeu!

  4. Huerdres

    Sly é um gênio. Fez um Rambo que mesmo os que leram o tal livro não gostariam de ver morrer.

  5. gabi

    ameeeeeeeei

  6. missão cumprida

    O filme sufocou o livro, e Stallone deu a dimensão crível do veterano de guerra, com stress pós-traumatico perseguido injustamente, inclusive alguns atores foram cotados pra ser Rambo ( Alpacino, etc). kirk Douglas era pra ser o Corel Trautman (porém ele quis, por ser influente, que Rambo morresse no final, o que Sly, não concordou. Richard Crenna,desenpenhou o papel brilhantemente, sendo a única pessoa no mundo que Rambo confiava, e capaz de ter alguma influência sobre o ex-boina verde.

  7. pedro freitas

    Sempre estou revendo este filme que gosto muito. Os demais Rambos, não gosto. Gostaria de ler o livro, mas nunca o encontrei

  8. adonel

    Eu ate ia olhar o resto do site, mas como odeio spoiler, e ja tomei um do tamanho do mundo, vlw, flw, boa sorte.
    É, so um dos chatos sobre spoiler.

Adicione um comentário