Era dos Quadrinhos: Era de Ferro

Escrito por: | em 26/07/2011 | Adicionar Comentário |

Também conhecida como a Era de Cobre, Era Moderna ou Idade da Trevas, foi a época que seguiu a Era de Bronze e é compreendida entre o meio dos anos 80  até a segunda metade dos anos 90, apesar de ter decaído após a virada do século ainda possui forte presença em algumas linhas editoriais.

Watchmen, considerada a publicação que deu início à Era de Ferro.

Assim como seu nome tenta implicar, a Era de Ferro deu inicio à uma releitura crua e escurecida dos quadrinhos. Os heróis se tornaram mais soturnos, as histórias violentas e cínicas. Os aspecto psicológico dos quadrinhos floresceu e se fez conhecer através de mentes criativas que alimentam e influenciam a indústria até hoje, como é o caso de Alan Moore, Frank Miller e Neil Gailman.

Os quadrinhos passaram a se apegar mais à argumentos do que visuais. O próprio Watchmen foi concebido por Dave Gibbons de acordo com os preceitos de Alan Moore de heróis que eram pessoas reais por baixo das fantasias anormalmente ridículas.

Frank Miller também escreveu sua jóia durante esta época, o que talvez não seja o seu melhor, mas com certeza é seu trabalho mais conhecido: O Cavaleiro das Trevas, que assim como Watchmen, explora heróis perturbados, com batalhas mais internas do que externas.

Toda noite antes de dormir eu dou graças ao Frank Miller.

Enquanto a DC se esbaldava como sucesso de Watchmen e Cavaleiro das Trevas, a Marvel também via a ascensão de seus anti-heróis como grandes favoritos do público: Wolverine, Justiceiro e o Demolidor de Frank Miller. Heróis que matavam ao invés de prender se tornaram populares, trazendo uma leva de heróis “vigilantes”, que muitas vezes, como é o caso de Frank Castle(um herói sem poderes ou habilidades excepcionais, mas com malícia, crueldade amoralidade ímpares), são considerados criminosos pelo estado, mas não pela sociedade.

"Frank Castle gonna break your neck"

Os vilões também passaram à ser ambíguos, cito como exemplos Galactus, que explica sua fome estelar como um estado de necessidade e não maldade, assim como Magneto passa à ser um protetor violento de uma minoria perseguida, com meios que poderiam ser considerados “terroristas” para fins benéficos.

A Era de Ferro se fortaleceu muito com a industria do cinema, cada vez mais gráfica em sua violência, assim como os jogos eletrônicos. Mas o excesso de banho de sangue trouxe uma certa nostalgia à certos escritores, e é o que veremos em nosso ultimo “Era dos Quadrinhos”.




Categorias: Mangás e Quadrinhos
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Gustavo Domingues

Leitor inveterado e crítico mal humorado, pretende criticar todos os autores até alienar a literatura para sempre!

Comentário sobre Era dos Quadrinhos: Era de Ferro

  1. Reborn

    Caras… E minas… =p
    O blog de vocês é muito bom. ‘Tava com algum tempo que eu procurava um desse jeitinho, já tinha até desistido, quando fui procurar por mais fotos ou informações da versão “Luxo” de Crônicas de Nárnia e me apaixonei duplamente: pelo livro e pelo site. Parabéns a todos, e continuem fazendo o ótimo trabalho.

Adicione um comentário