Notícias Subterrâneas: Semana 41

Escrito por: | em 16/07/2012 | Adicionar Comentário |

Saudações! Começando a quadragésima primeira edição das Notícias Subterrâneas, nosso informe de lançamentos de ficção especulativa. E ainda estou atrasado, mas ao menos escrevi uma review no sábado (certo, isso não é desculpa). Continuarei tentando acabar com os atrasos. De qualquer forma essa semana foi relativamente fraca em lançamentos. Depois de uma semana com quase só ficção científica, precisei apelar até mesmo para o livro mais bizarro da semana para conseguir uma lista de lançamentos decente.

Todos a bordo do Transubterrâneo e vamos aos lançamentos!

Lançamentos

The Last Policemen, livro 1 (Ben H. Winters)

Quando falo de livros como The Last Policeman percebo que o “subterrâneo” do título da coluna já morreu há algum tempo.

Primeiro de uma trilogia sobre a aniquilação da vida na Terra por um asteroide. Bem batido, mas esse é só o plano de fundo. A alguns meses do impacto, todas as nações estão entrando em colapso, a economia foi destruída, suicídios em massa são comuns, enfim, todo o esperado. E há um assassinato específico que atrai a atenção de um dos últimos policiais ainda em serviço. Para quê trabalhar ou se preocupar com um assassinato se todos morrerão em breve? Eis o grande ponto de The Last Policeman.

Essa união de uma história policial sem atrativos com o cenário de pré-apocalipse cria uma imagem tão interessante que tenho alguma dificuldade em acreditar que seus ingredientes são tão comuns.

Falei que é do autor de “Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos”?

Também disponível para Kobo

World’s Collider: A Shared-World Anthology

Usando um tema meio esquecido nos últimos tempos, World’s Collider é uma antologia de contos sobre um mundo em que o Grande Colisor de Hadróns (LHC) ao ser ligado abriu um portal dimensional do inferno (antes que algum fã de sci-fi hardcore me atire pedras, sei que há termos mais corretos e menos impactantes para descrever isso) na Europa. Cada conto descreve um horror bizarro saído da brecha na Europa aterrorizando o mundo, totalizando dezoito histórias.

Faz um bom tempo que não vejo contos ou histórias sobre esse “e se” do LHC e até demorei algum tempo para me lembrar de outros contos bons que li sobre isso. Por “algum tempo” leia-se “muito tempo”, e por fim as melhores histórias de que me lembrei não eram sequer livros, mas games. Quem sabe algo interessante apareça aí (ha, que piada péssima)?

The Impeachment of Abraham Lincoln (Stephen L. Carter)

Aquele livrinho de história alternativa do mês (sem fantasia) vem com um título auto-explicativo como sempre (Himmler’s War, esse tipo de coisa): The Impeachment of Abraham Lincoln. Preciso dizer qual a parte de história alternativa? Por via das dúvidas: e se Abraham Lincoln sobrevivesse à tentativa de assassinato? Seria acusado de extrapolar sua autoridade constitucional durante a guerra de secessão. Só comentando de passagem, Stephen L. Carter é professor de direito e seus livros sempre tem algum cunho jurídico-social.

Correndo paralelamente ao desenrolar do impeachment de Lincoln há a história de Abigail Canner, uma negra formada em direito que acaba de começar sua carreira em Washington e logo se envolve com as intrigas e jogos por trás do caso de Lincoln. Certo, temos a questão jurídica do impeachment em si e toda a história de racismo da época com uma protagonista negra, parece competente e com conteúdo além de só descrever uma história alternativa (mais do que se pode dizer da maioria dos livros de história alternativa)

Também disponível para Kindle e Kobo

A Once Crowded Sky: A Novel (Tom King)

Leitores de quadrinhos, mesmo que não tão fissurados, conhecem ao menos três ou quatro grandes obras em quadrinhos que falam de “super-heróis no mundo real” com um cunho crítico pesado e de uma forma meio sombria (leio quadrinhos bem raramente e ainda consigo contar três assim na minha estante).  A Once Crowded Sky NÃO segue essa linha, é uma pegada muito mais parecida com Os Incríveis da Pixar.

Todos os heróis do mundo sacrificaram seus poderes (e o mais poderoso deles, Ultimate, sua vida) para impedir o apocalipse, e agora se veem jogados em uma sociedade caótica sem heróis. A princípio é com alguma satisfação que os ex-super aproveitam suas aposentadorias, mas, como disse alguma criatura das trevas algum dia “Evil always finds a way”. Novos ameaças à paz surgem e cabe a um ex-super e um side-kick renegado que ainda possui super poderes a responsabilidade de salvar o dia.

Não me impressionou, mas a capa foi um trabalho excelente. A sinopse fica até desnecessária, está tudo na capa.

Também disponível para Kindle

Prêmio “Viagem de Ácido”

Albert of Adelaide: A Novel (Howard Anderson)

Nosso protagonista é um ornitorrinco fugido do zoológico viajando pelo Outback em busca da Velha Austrália, a terra prometida. Albert conhece no meio do caminho um vombate piromaníaco chamado Jack. Um ornitorrinco em busca de seu destino, um vombate em busca de reconciliação com seu passado, bandicoots alcoólatras, cangurus de milícia, dingos e um demônio da Tasmânia lutador premiado. Em suma, a história de um ornitorrinco chamado Albert.

ÁCIDO.

O mais bizarro? Só li reviews positivas disso até agora. Parece que afinal todas as metáforas e personificações estão magnificamente posicionadas ao longo da narrativa. Esse é de longe o livro que mais me interessou da lista, mas é claro, se alguém se lembra de quando falei de Windsmith Elegy já esperava por isso. Livro com viagem de ácido é comigo mesmo, do surrealismo ao dadaísmo ao ornitorrinco andarilho.

Estou Lendo

Acabei Mago e Vidro, mas não tive muito tempo para ler Cinco Luas. Li pouco mais de cem páginas. Espero acabar ao longo desta semana, chegou uma encomenda de alguns livros e entre eles está The Eye of the World, primeiro da clássica série de fantasia épica Wheel of Time (está sendo publicada por aqui, descobri depois). É um livreto bem pesado, como estou tendo dificuldades em me conter e não começar a ler agora mesmo, vou correr com o Cinco Luas (e com minha review maligna dele) e na próxima segunda mergulhar de cara em Wheel of Time.

Sem comentários sobre o pouco que li de Cinco Luas, já estou guardando todas as opiniões para o tribunal.

Essas foram as notícias subterrâneas da semana!

Deixem seus comentários, notícias próprias e digam o que estão lendo. No próximo domingo retornarei com mais uma lista, mais viagens de ácido, talvez algumas menções honrosas e mais… bom, o mesmo de sempre.

Até lá!



Categorias: Notícias Subterrâneas
Tags: , , , , ,

Lorde Worth

Caçador de Hobbies exóticos, leitor obsessivo e jogador compulsivo.

8 Comentários sobre Notícias Subterrâneas: Semana 41

  1. Ronaldo Cavalcante @RonaldoCav

    Nossa, que semana, hein?
    The Last Police Man foi o que eu mais gostei… qual a motivação desse policial para continuar tentando??? Curiosíssimo pra saber se o mundo acaba mesmo…

    World’s Collider bla bla bla… Antologia bla bla bla… boring.

    A once crowded sky parece ser muito legal kkkkkk e não tô zuando… típico livro pra ler sem compromisso algum meeeesmo!!!

    Albert of Adelaide???? sério??? e tem gente falando bem? Esse povo que fala bem não deve ter Sessão da Tarde com aquele tanto de filme com animal esperto e falante (chega me arrepio)

    Deeeeeus… o Tribunal nãããããão!!! Já aviso que eu sufoco com focinheira e aquele plástico irrita minha pele… (Nunca me pegará com vida Muaaaa-ghahahaha)

    • Lorde Worth

      Antologia, bla bla bla, dragões, bla bla bla, vou continuar tentando empurrar antologias enquanto continuarem aparecendo dúzias de livros com dragões toda semana. Passando minha frustração adiante.

      Hahaha, Albert of Adelaide, sério. É um ornitorrinco na capa!
      Dragões, nem leio a sinopse.
      Ornitorrincos e Vombates, nem leio a sinopse mas coloco na lista.
      Só que com essa comparação com a Sessão da Tarde fui atingido por um baita desânimo.

      Sim, o tribunal! Semana que vem ou depois, mas vou trocar o suplício da roda por algo mais visceral (mwahahahaha).

      • Ronaldo Cavalcante @RonaldoCav

        Podíamos entar em um acordo… a cada 4 edições das Notícias Subterrâneas vc posta um livro com capa de dragão, o que acha? Aposto que teve um, pelo menos um, que bateu esse do ornitorrinco… não é possível.

        Eu ainda vou participar de uma antologia e vou morder minha língua até torar ao meio…. já estou prevendo isso… (suspiro)

  2. Guto Vissoci

    HAhaha Ronaldo,a gente ta discordando essa semana! eu mesmo me interessei pelo livro do abraham lincoln bem mais que o dos policiais! Bom para o Lorde worth saber que tem uma platéia bem eclética para agradar.
    Mas, sério, acho que essa linha de “história alternativa”, uma novidade para mim, vai me fazer gastar muito dinheiro ainda. Sou apaixonado por história e sempre me pergunto “e se tal coisa tivesse sido diferente?”. Ler um livro que saiba imaginar, prever e explorar bem essas características muito me interessa!!! Agradeço ao nosso ilustre anfitrião por me apresentar a esse gênero.

    Aliás, Lorde worth, no post anterior, adivinhou: estou lendo 1632, uma série que ele indicou lá atrás. Ainda estou no começo (p.50), mas estou gostando do que vejo. Semana que vem, comento mais!
    PS: ah, estou aguardando vcs terminarem o “Dança com Dragões” para podermos trocar umas idéias!

    • Ronaldo Cavalcante @RonaldoCav

      Eu quero logo começar a ler, mas não tenho tempooooo!!! T.T

    • Lorde Worth

      Opa, história alternativa. O amanazon UK tem até uma sessão só para isso, se não me engano.Esses livros aparecem de vez em quando nas listas de lançamentos, acho que falei só de três (decentes) desde que comecei a escrever as notícias. Como são trabalhos mais complexos, há menos deles que fantasias históricas, mas pode ficar tranquilo, Guto, deve haver um bom número para sugar suas economias, hahahaha.

      Fico feliz em ter ajudado a destruir sua vida! Estou curioso com esse 1632 e ainda travado no Festim dos Corvos, mas logo volto a ler e já parto para Dança com Dragões.

  3. Marcelo Soares

    Não conhecia o site nem a coluna, mas já adorei e pretendo sempre visitar. Bom trabalho.

Adicione um comentário