Notícias Subterrâneas: Semana 44

Escrito por: | em 05/08/2012 | Adicionar Comentário |

Saudações! Não mais atrasado, seu anfitrião aterrissa com as Notícias Subterrâneas dos dias  29 de julho a 4 de agosto. Os principais lançamentos de ficção especulativa da semana comentados da forma mais tendenciosa possível! E esta foi realmente uma semana surpreendente, com alguns lançamentos de séries colossais e nomes marcantes. Entrem no vagão do Transubterrâneo e apreciem a melhor vista dos Reinos Subterrâneos da literatura.

Lançamentos Americanos

Neverwinter Saga, livro 3: Charon’s Claw (R.A. Salvatore)

charon's claw

Mais Drizzt, mais ação, mais Faêrun, em suma, mais R.A. Salvatore. Depois de MUITOS (vinte e tantos) livros desde a Trilogia do Vale do Vento Gélido, Drizzt, um dos (senão o mais) drows mais famosos de Dungeons & Dragons, retorna para a conclusão da saga Neverwinter. Tendo perdido todos os seus aliados e sido seduzido pela elfa vingativa Dahlia, Drizzt Do’Urden segue sua amada em uma jornada de vingança acompanhado também de Artemis Entreri, um antigo inimigo.

Não li nenhuma das partes da lenda de Drizzt ainda e também nada do R.A. Salvatore, mas ambos têm suas legiões de fãs e muito crédito. Têm tanto reconhecimento que até falo de Drizzt aqui, sendo que geralmente passo livros baseados em games, RPG e Warhammer 40k adiante. Enfim, um livro para interessar a quem já leu o resto da saga Neverwinter e provavelmente algumas outras das vinte histórias do Drizzt. Se não leu, como eu, procure a A Trilogia do Vale do Vento Gélido.

The War That Came Early, livro 4: Coup d’Etat (Harry Turtledove)

Coup d'Etat

Uma de nossas raras Uchronias (palavra bonita que aprendi a usar para substituir “História Alternativa”), dessa vez de um autor consagrado por escrever Uchronias (isso soa muito bem). Harry Turtledove iniciou sua mais nova série de Uchronias em 2010 com Hitler’s War, no qual Chamberlain não assinou o Acordo de Munique e a Segunda Guerra iniciou-se um ano mais cedo. A sinopse de Coup d’Etat já é cheia de spoilers colossais e mostra que esse único ano de diferença poderia mudar radicalmente muita coisa. Só um spoiler para dar uma ideia do nível da mudança: a bomba atômica é usada primeiro pelo Japão.

The Karkhanas Triogy, livro 1: Forge of Darkness (Steven Erickson)

forge of darkness

STEVEN ERICKSON! Com uma nova trilogia prequel de Malazan Book of the Fallen.

Sem mais comentários. Malazan Book of the Fallen. Ponto. Sou muito fã para fazer comentários confiáveis.

Só a sinopse então. Vatha Urusander, herói do povo, é candidato à mão da Mãe das Trevas, mas seu consorte, Lorde Draconus, está no caminho. A situação política em Kurald Galain é, para variar, instável, e outras figuras poderosas conhecidas dos fãs da série já entram em cena (Rake e Ruin estão presentes, para minha alegria extrema).

Se a ideia de dez livros colossais, complicados e com um começo mal escrito o assustam, novo leitor, aproveite a nova trilogia para conhecer o trabalho de Steven Erickson, é um tipo de fantasia (muito mais que) épica que merece sua atenção (ou seu ódio eterno). Tomara que o problema do Erickson com personagens de papelão esteja suavizado.

The Dark Legacy of Shannara, livro 1: Wards of Faerie (Terry Brooks)

the dark legacy of shannara

Se já falamos de séries com vinte, quatro e onze livros, não poderia faltar falar de Shannara, que possui mais volumes do que posso, ou quero, contar. 35 anos após seu início, a longa odisseia das trilogias e duologias de Shannara ainda agrada a muitos leitores que construíram seu fascínio por fantasia com algum livro perdido no mar de títulos do Terry Brooks. Eu, pessoalmente, como já espero ter deixado claro quando falei da coletânea de High Druid of Shannara, não me interesso minimamente por isso. Mas, muitos gostam, então…

A nova trilogia The Dark Legacy of Shannara se passa mais de um século após a conclusão da última trilogia (seja lá qual for) e a protagonista é (adivinhem?) uma Druida. Ahn, leiam a sinopse para mais detalhes!

Lançamentos  Britânicos

Shadows of the Apt, livro 8: The Air War (Adrian Tchaikovsky)

the air war

Eu realmente acreditava que Shadows of the Apt já havia acabado em Heirs of the Blade (o primeiro livro que comentei no Grifo), mas, no entanto, porém, o Sr. Tchaikovsky não ficou satisfeito com sete livros e um spin-off. Ou seja: The Air War. A única parte da série que li foi uma sample de kindle de Empire in Black and Gold, o primeiro livro, mas é uma obra que em algum momento precisarei destrinchar. Os pilares de Shadows of the Apt são basicamente sua acessibilidade, velocidade e combinação de deuses e homens-insetos, sistema de magia racial bem destrinchado e conflito tecnologia/magia devidamente jogados em um caldeirão fumegante para criar um cenário de fantasia bizarro e intrigante.

No oitavo livro os protagonistas anteriores foram aparentemente deletados e novos entram em cena, o que é meio preocupante. Sem mais informações, também não passei do primeiro livro ainda.

Estou Lendo

A bem da verdade, todas as minhas leituras estão paralisadas no momento. A última semana foi corrida e não perdoou nenhum tempo livre. O máximo que pude fazer foi folhear as primeiras vinte páginas da Devastação de Sharpe e nada mais. Torço para que isso logo mude.

Aqui acaba a quadragésima quarta edição das Notícias Subterrâneas, a semana temática das continuações de séries grandes.

Até a próxima semana!

Menções Honrosas

she should have called him siegfriedmonsterInvisible Codethe city's son



Categorias: Notícias Subterrâneas
Tags: , , , , , , , , , , ,

Lorde Worth

Caçador de Hobbies exóticos, leitor obsessivo e jogador compulsivo.

4 Comentários sobre Notícias Subterrâneas: Semana 44

  1. Thaís Priolli

    Eu já li a trilogia do Vale do Vento Gélido e recomendo.

  2. Gustavo Domingues

    Icewind Dale me deixa com lágrimas nos olhos de tanta nostalgia

  3. Ronaldo Cavalcante @RonaldoCav

    Uchronias… quão sonoro é isso? hahahaha

    Opa…Vale do vento Gélido… já ouvi várias recomendações.

    Tenho que começar a ler essas uchronias, sempre acho interessante, mas nunca começo. Essa parece ser bem legal.

    The Karkhanas trilogy parece muito fera, cara. Então tenho que começar com o Malazan book of the fallen, neh? hmmm

    Shanara parece ser legal, mas está muito avançado…. mas fico curioso para saber como a historia começou e como ele ainda a sustenta.

    She should have called him Siegfried… hahahahaha que título massa, cara. Li a sinopse e o negócio é tão doooorrgas pesadas que parece ser bom. Fora que a autora usa os nomes nórdicos e tals… kkkk (isso SÓ me lembra Cavaleiros do Zodíaco)

  4. Guto Vissoci

    Faço coro com os fãs de Drizzt Do’Urden!! A trilogia do Vento Gélido é muito bacana. Aliás, não só ela como as sequencias tb! Os personagens são carismáticos, muita ação, vilões interessantes, tudo simples mas divertidíssimo. Aliás, sempre achei que as aventuras do bando do Drizzt era perfeitas para serem adaptadas em desenho animado… tem gente deixando de ganhar dinheiro por aí!

    Prosseguindo… já me delcarei fã de “Uchronias” (assim?) Só me faltam indicações de coisas boas desse gênero. Por isso, essa série do Harry Turtledove já pulou na frente da minha lista e está no meu carrinho da amazon, esperando o próximo pedido (vai demorar, mas está lá)! Sem mais!

    Já quanto aos demais, (i) prefiro ler primeiro o Malazan Book of the Fallen, que nosso anfitrião tanto adora; (ii) já li uma série do Terry Brooks (a viagem ou coisa assim, em ptbr mesmo), não tenho vontade de ler mais (ainda mais com tanta coisa mais interessante); (iii) exemplo de alguma coisa que parece mais interessante que Terry Brooks.

    Minha leitura rendeu um pouco nessas duas últimas semanas (me penitencio por ter silenciado na semana passada). Li SINGULARITY, livro 3 da série STAR CARRIER de Ian Douglas – um sci-fi bacaninha, mas longe de ser imperdível – e um thriller do meu autor de thrillers favorito, Harlan Coben. Para comentar esse, sou suspeito, porque curto muito os livros do cara. Tá, nada genial ou lá muito inovador, mas sempre, sempre, divertido. e como todo bom thriller, te prende na leitura do início ao fim.

    é isso aí.
    abraços e boa semana!

Adicione um comentário