Lord of the Samples: Delia’s Shadow (Jaime Lee Moyer)

Escrito por: | em 06/10/2013 | Adicionar Comentário |

Delia's Shadow

Rufem os tambores!  Hoje trago uma pequena review da sample de um discreto – mas competente – ebook: Delia’s Shadow! Disponível tanto para kindle quanto para kobo, Delia’s Shadow é um livro de thriller/romance no cenário histórico de São Francisco pós-terremoto do início do século XX. A protagonista é uma jovem herdeira (ou seja, órfã com amplos recursos monetários), chamada Delia, que é atormentada por sua habilidade de ver fantasmas. E há um assassino no enredo. Aqui vai a sinopse na íntegra, caso alguém queira mais detalhes:

It is the dawn of a new century in San Francisco and Delia Martin is a wealthy young woman whose life appears ideal. But a dark secret colors her life, for Delia’s most loyal companions are ghosts, as she has been gifted (or some would say cursed) with an ability to peer across to the other side.
Since the great quake rocked her city in 1906, Delia has been haunted by an avalanche of the dead clamoring for her help. Delia flees to the other side of the continent, hoping to gain some peace. After several years in New York, Delia believes she is free…until one determined specter appears and she realizes that she must return to the City by the Bay in order to put this tortured soul to rest.
It will not be easy, as the ghost is only one of the many victims of a serial killer who was never caught. A killer who after thirty years is killing again. 
And who is now aware of Delia’s existence.

Parece simpático, não?

O livro tem pouco mais de três centenas de páginas, levando-nos a uma sample bem pequena. A sample engloba um capítulo com duas cenas e o início de um segundo. Vemos, em ordem, (1) a chegada de Delia em São Francisco após anos em NY, (2) uma breve sequência de patrulha de dois policiais que discutem o caso de um serial killer procurado, (3) Delia chegando em sua casa. Simples, mas surpreendentemente efetivo. Não há muitos preâmbulos, tudo é muito rápido e direto, eu diria que é quase…

Oi, meu nome é Delia e eu vejo fantasmas. Esta é minha grande amiga de infância e este é o fantasma que me persegue. Agora vou contar para ela que estou sendo assombrada e ela não vai se assustar. [corte, mudança de POV] Oi, eu sou um policial honesto e justo com um passado romântico trágico e sou também amigo do noivo da amiga da protagonista (CONVENIENTEMENTE); ah, e meu sonho é pegar um serial-killer que meu pai deixou escapar.

É tão direto que dói. Não sei se isso continua assim no resto do livro. Caso sim, ficarei incrivelmente incomodado. Caso contrário, foi uma boa forma de preparar o primeiro capítulo, diz qual o propósito do livro de cara: ser simples, emotivo, rápido e um pouco opressivo. Não creio que seja uma leitura pesada sob as aparentes trevas da primeira camada. Mas, novamente, não creio que seja um livro de muitas camadas. Tendo isso em mente, gostei do estilo enxuto da escrita. As metáforas são poucas e pouco aventureiras, as descrições são breves e o diálogo é muito externalizado; em suma, tudo combina bem com a proposta da narrativa.

O clima sombrio é bem básico. As descrições tentam ser opressivas, o uso da névoa era esperado – os fantasmas, entretanto, foram bem posicionados no cenário. Há descrições de fantasmas caminhando ao lado de todos, até de forma trágica. Mães perseguidas pelos espíritos dos filhos e cavalheiros com jovens esposas perseguidos por seus filhos e antigas mulheres. A descrição em primeira pessoa permite que Delia vocalize tudo isso de forma agradável. E a protagonista cumpre bem seu papel; não me impressionou muito, mas não conquistou minha antipatia no primeiro parágrafo (como geralmente fazem as protagonistas de romances).

E é isso. Tcharan.

O livro parece prosseguir nessa profundidade, fazendo bem aquilo a que se propõe. Por outro lado, sinto que falta algum ímpeto na narrativa. Não foi um livro “Meh”, está definitivamente acima da média, mas… Falta-lhe tempero. Não me entendam mal, foram bons minutos de leitura, eu talvez compre Delia’s Shadow no futuro. Por enquanto, há outros ebooks mais saborosos no cardápio.



Categorias: Review: Primeiras Páginas
Tags: , , , ,

Lorde Worth

Caçador de Hobbies exóticos, leitor obsessivo e jogador compulsivo.

Adicione um comentário