Lord of the Samples: Bellman & Black

Escrito por: | em 03/02/2014 | Adicionar Comentário |

“A rook is a familiar enough creature until you actually look at him (…) He is the essence of blackness “

Olá a todos. Após outro hiato de fim de ano, retorno trazendo aquela review prometida: Lord of the Samples – Bellman & Black. Ao longo deste ano, tentarei manter um fluxo constante de reviews mais curtas de samples pelo site (sem mais Red Knight, prometo). Bellman & Black é perfeito para começar com isso: a sample é curta, lenta e simples.

Independendo de qualquer crítica futura que eu por acaso faça, registro que Bellman & Black é, antes de tudo, uma fábula muito estilosa. Tratando da primeira cena, falamos de um desfile de períodos e parágrafos bem arquitetados para dar um clima de conto de fadas a um evento bem simples. Na passagem final, a multidão de corvos introduz um novo elemento à narrativa: o sinistro. Embora eu não veja nisso o começo de uma história de fantasmas (que a sinopse indica), aposto na capacidade da autora de criar um certo receio no leitor com o passar do tempo (aquela leve hesitação em prosseguir que os livros de suspense mais sutis nos incutem).

Por outro lado, o próprio Bellman foi caracterizado com a profundidade de um espelho d’água.

– Mas ele é só uma criança, não seja tão babaca!

Ok, entendo que, escrevendo terror, o autor prefira criar um protagonista não tão marcante para representar o próprio leitor na situação. Entendo também que em um conto de fadas seja melhor criar um protagonista em branco que possa representar todo um grupo humano. Ainda assim, para um livro focado na vida de um só personagem, essa estratégia parece um pouco incongruente, não? Enquanto criança, Bellman não tem nenhum foco dos holofotes; enquanto jovem (na segunda cena), ele tem o palco, mas nenhum conteúdo interessante para mostrar. Já o ambiente que o circunda é muito bem descrito – quase se vê uma plaquinha, colocada bem no gramado dos Bellmans, chamando a tragédia.

Black, quando aparecer, provavelmente será um personagem mais interessante. Talvez, afinal, a crítica anterior seja inválida e os corvos sejam os protagonistas do livro (eles, pelo menos, foram escritos com muita personalidade). E isso não seria nada mal…

Eu leria o livro todo, que nem é tão grande assim. Mas se você, leitor, pretende só baixar a sample, sugiro que tente outra.



Categorias: Review: Primeiras Páginas
Tags: , , , ,

Lorde Worth

Caçador de Hobbies exóticos, leitor obsessivo e jogador compulsivo.

Adicione um comentário