Review: Os Três

Escrito por: | em 30/10/2017 | Adicionar Comentário |

“Os Três” da escritora Sul-Africana Sarah Lotz, foi publicado em 2014 pela Editora Arqueiro aqui no Brasil.

Confesso que o que me atraiu no livro foi o trabalho gráfico à primeira vista, a capa é preta e com 3 riscos vermelhos e um preto (que se destacam na capa preta) e bem ao fundo é possível ver um avião. Além disso o livro tem pintura trilateral preta (Para ficar melhor só se fosse capa dura)

Depois lendo a sinopse do livro encontrei a seguinte frase do Stephen King:

“Os Três é um livro maravilhoso, uma mistura de Michael Crichton com Shirley Jackson. Muito instigante, impossível parar de ler. ” Esses autores citados são bem importantes para a literatura de mistério, inclusive influenciaram enormemente Stephen King.

O livro conta a história da queda de 4 aviões que ocorreram no dia 12 de janeiro de 2012, com a diferença de algumas horas e teve apenas 3 (ou talvez 4) sobreviventes, os aviões caíram na Africa do Sul, Japão, Flórida e no mar. Vale contar que os sobreviventes são crianças, e o livro inicia narrando a queda de um avião que tem a passageira Pamela May Donald, e ela diz as últimas palavras pelo telefone:

“Eles estão aqui. Eu… Não deixe a Snookie comer chocolate, é veneno para os cachorros, ela vai implorar a você…O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas… Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Tchau, Joanie, adorei a bolsa, tchau, Joanie, pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele…”

Com situação um tanto estranho com a queda de quatro aviões no mesmo dia e ainda este áudio da passageira Pam, começam a surgir várias teorias da conspiração, dentre elas uma religiosa em que dizem que as crianças são 3 dos 4 cavaleiros do apocalipse.

É um livro com um estilo jornalístico que facilita na imersão da história, e conta como os sobreviventes do acidente estão, e as mudanças que eles sofreram, após o acidente.

O que me impressionou no livro foi a maneira pela qual o mesmo foi escrito, no primeiro capítulo temos a narração da queda de um dos aviões em terceira pessoa. Logo depois é como se tivéssemos lendo um livro dentro do mesmo livro.

O livro foi escrito por Elspeth Martins, uma personagem, e tem relatos dos envolvidos no acidente como trechos dos livros escritos por pessoas próximas aos sobreviventes, entrevistas e também matérias de jornais e revistas da época para dar contexto ao leitor.

Como dito anteriormente o livro é bem imersivo e nos faz questionar caso acontecesse isso de fato,se realmente poderíamos ter estes desdobramentos. “Os Três”, também trata de vários assuntos, o isolamento das pessoas, fanatismo religioso, entre outros.

A continuação de “Os Três” chamado “O Quarto Dia” foi lançado em abril de 2016 também pela Editora Arqueiro.

 

 

 




Categorias: Resenha, Review, Review: Literatura
Tags: , , ,

Thaís Priolli

Louca por distopias, sempre com uma teoria de "E se...". Não pretende morrer neste planeta.

Loading Facebook Comments ...

Adicione um comentário