online kreditvergleich
sofortkredit trockner test online kredit

Capítulo 06 – A Revolução dos Bichos

Escrito por: | em 14/01/2010 | Adicionar Comentário |

O PODCAST:

Play
Play

Baixe a versão zipada:  Download.

Este podcast contém spoilers!

O LIVRO:

Título: A Revolução dos Bichos

Autor: George Orwell

“A revolução dos Bichos” conta a história dos animais da Granja Solar, que se rebelam contra os seus donos devido à exploração e miséria à qual são submetidos, criando um sistema cooperativo no qual todos os animais são considerados iguais e trabalham de acordo com a sua capacidade.

A revolução é um sucesso e os animais começam a tocar a fazenda por sí mesmos, mas os problemas começam a surgir quando um dos porcos decide tomar as rédeas e, pouco ao pouco, mudar os mandamentos e o objetivo inicialmente adotados pelos bichos.

Mais do que uma crítica à Revolução Soviética, o livro certamente é um chamado de reflexão sobre a própria natureza humana e os perigos da ambição e do poder.

Edições utilizadas:

- Orwell, George. A Revolução dos Bichos. Tradução: Heitor Aquino Ferreira. São Paulo: Companhia das Letras, 2007

A EQUIPE:

Comentários por: Danielle Toste, Eric Torres, Juliana Morais, Gustavo Domingues.

Edição por: Danielle Toste (sejam bonzinhos comigo, foi a primeira vez que fiz isso na minha vida).

Mensagens em audio por:

Amanda Wanderley do Decodificando;

O Goblin da Taverna do Goblin;

Seleção da Trilha Sonora: Danielle Toste

A AVALIAÇÃO:

AVALIAÇÃO Dani Eric Gustavo Juliana Média
Trama 4,00 5,00 5,00 4,00 4,50
Personagens 4,00 5,00 4,00 4,00 4,25
Escrita 5,00 5,00 4,00 4,00 4,50
Leitura 5,00 5,00 5,00 4,00 4,75
Média 4,50 5,00 4,50 4,00 5,00

AS REFERÊNCIAS

Trilha Sonora:

Lindalou and Michael Ryge – Beginner’s Luck

General Union – The Time of Life

Robin Grey – Only The Missile

As musicas utilizadas foram disponibilizadas gratuitamente no jamendo.com sob uma licença creative commons.

Capa:

A imagem utilizada na capa deste podcast foi retirada da internet e não conseguimos encontrar o nome do artista para lhe atribuir os devidos créditos.

PROXIMO EPISÓDIO

O Capítulo 07 será sobre o livro: “Viagem ao Centro da Terra” de Julio Verne .

Comentários, dúvidas, sugestões: contato [arroba] grifonosso.com




Categorias: Podcast
Tags: , , , , , ,

Dani Toste

Advogada, jogadora de RPG, viciada em internet, amante de de livros, séries, música e filmes. Atualmente está redescobrindo a paixão pela dança nas aulas de Lindy Hop. Acha que o Lewis Carrol é um gênio, é obcecada pelos livros da Alice que considera os melhores do mundo.

25 Comentários sobre Capítulo 06 – A Revolução dos Bichos

  1. Pedro Ferrari

    Olá.
    Ouvi o podcast e, como sempre, estão de parabéns.
    Gostaria de postar um mero “achismo” meu:
    A confusão entre as duas e quatro pernas como forma de distinguir (sem trema, reforma ortográfica :D ) aqueles que fariam ou não parte da sociedade pode ir ainda mais além. Isso excluiria, por exemplo, avestruzes. Talvez seja uma crítica ao empreendimento marxista em distinguir proletários e burgueses. Tal divisão de classes por meio da consciência poderia acarretar confusões de tipificação, uma vez que é possível notar uma espécie de circularidade cultural entre os diferentes níveis sociais.
    Parece-me, por fim, uma bela cutucada em uma das bases teóricas da praxis marxista: como rotular?
    Grande abraço.

  2. Andre V.H

    Nota: A revolução não é válida apenas para os bichos da Inglaterra e da Irlanda? Pois bem, não há cangurus lá! Questão resolvida. (eu acho =P)

    |Ainda ouvindo, falo mais depois|

  3. Andre V.H

    Como todo mundo que tem coração, eu simpatizo muito com os ideais marxistas. Mas como todo mundo que tem cérebro, sou obrigado a admitir que as tentativas de implantar estes ideais nunca deram certo.

    “A revolução dos Bichos” mostra um pouco disto visto que Orwell nunca critica os ideais que moviam a revolução. O alvo das críticas é a atitude das pessoas (bichos) que, seja por más intenções, negligência ou mesmo burrice pura e simples, são os responsaveis pelo fracasso da utopia.

    Como disse o Gustavo: “A ganância é o mal do mundo”. Concordo com a colocação porque ganância não é apenas querer prosperar, querer melhorar as próprias condições de vida e etc. No fundo o que os porcos queriam era ser superiores aos outros animais. Eles não queriam conforto para todos, eles queriam conforto APENAS para eles, porque de nada valeria o luxo se ele estivesse ao alcance de todos. Pra mim esta ganância é a causa raiz de todo e qualquer problema social do mundo.

    Finalizando, se você gostou de “A revolução dos Bichos” leia “1984″ AGORA!!! Se você não gostou… bem… então, como diria Sansão: você precisa trabalhar mais ainda!

  4. Pingback: Tweets that mention Grifo Nosso » Capítulo 06 – A Revolução dos Bichos -- Topsy.com

  5. Silas Torres

    Muito booom! dei gargalhadas com a “piadinha de inxirimento” rsrsrsr e gostei da nota ;) merecida!

  6. Cutia

    *não tenho o que fazer no serviço hj, isso explica o fato de estar comentando, rs*
    Primeiramente, Orwel escreve tão bem os estereótipos, pois ele mesmo foi um “ativista revolucionário”. Pegou em armas e tudo, o cara, junto com o Saint-exupery, pode-se dizer, conheceram a Humanidade (claro que cada um a sua forma). Só a vida do autor renderia uma boa história. Ele era um idealista, largou nome de família. Acho que ele pensou “Como posso ser Rico, em quanto os que vivem perto ou longe de mim não. Apenas nasci em berço de ouro”…. Melhor parar por aqui… Se não me empolgo. Rs
    Assim, numa leitura muito pessoal, acho que o Bola-de-Neve até pode ser um alter elgo de Orwel… Afinal ele negou a seus próximos, largou a revolução quando viu o rumo que as coisas tomavam. E por muitos, foi taxado de causador dos males.
    E não daria 5 ou 4 para escrita não. A primeira vez que li, foi na quarta série. Obrigado a ler pela Prof. de Pt. E se tratando de um “moleque”, e ainda de escola publica, não consegui ler.

    Pra quem curtiu fica a dica, acho que esse se encaixa ainda mais no quesito disto, se não me engano pelo Eric e Gustavo (meu chara, sim me chamo Gustavo), “La Revolución” é o livro ‘A Casa dos Espíritos”, grande, a leitura não é muito fluida, mas conta a história de quase todos os paises Sul-americanos…

    *E sim, exploração é natural, rs, mas não com o exemplo do “Tigre” (tenho dislexia, desculpem ai, tanto que estou escrevendo no Word, para tentar diminuir os erros de ortografia) tomando a vida do “coelho”… Mas manter um galinheiro é exploração…*

  7. Alexis Gonzalez

    Notas:

    Trama: 3,00
    Personagens: 4,00
    Escrita: 4,00
    Leitura: 5,00

    Tema complicado…

    George Orwell era contra qualquer tipo de Estado Totalitário, os seus livros tratam da visão distopica da sociedade. A revolução dos bichos é uma critica à sociedade que se estabeleceu na União Soviética, ou seja, ao Stalinismo. Não devemos confundir com o socialismo – comunismo – anarquismo, sistemas teóricos jamais implantados.

    A revolução dos bichos – A revolução russa: Major (Lenin); Napoleão (Stalin); Bola-de-neve (Trotsky); Os perfis dos animais são traçados: os porcos, as ovelhas (que repetem sem consciência os lemas), os cavalos (com seus tapa-olhos que só conseguem olhar para o trabalho), as vacas, as galinhas (que se perdem na dispersão), o burro (empacado em suas verdades)… Todos com traços marcantes de manipulação, alienação, rigidez, ignorância, dispersão, teimosia…

    Não entrarei na discussão do que é exploração ou não… mesmo por que sou Marxista-Leninista. O livro trata de diversos assuntos, tais como: os direitos do trabalhador e do aposentado se encerram na indiferença dos poderosos; a alienação da igreja que arrebanha novas ovelhas; etc.

    Por fim, a metáfora da janela:

    “As criaturas de fora olhavam de um porco para um homem, de um homem para um porco e de um porco para um homem outra vez; mas já era impossível distinguir quem era homem, quem era porco.”

    Até o próximo livro…

  8. Issue

    *ouvindo*

  9. Issue

    Gente olha a comu do podcast aqui:
    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=96497840

  10. Thaís Priolli

    Ótimo podcast, ri muito na parte do canguro de quatro.
    A edição e a trilha sonora ficaram muito boas.

  11. Pingback: Resumo de Podcasts – Atrasado – Parte 7 « TeiaCast

  12. Marcelo chobas

    Vixe deu erro no meu ultimo comentario ,,,,,mas foi um otimo cast . esperando pelo o guia do mochileiro hihihih inte e abraços.

  13. C.Y.B.O.R.G

    Tentei ler o livro antes de sair o “GrifoCast”, mas não deu!! Depois depois de ouvir, tenho certeza que não vou ler mesmo.

    Não consigo gosta de livros assim. No entanto, o podcast ficou agradável de ouvir, interessante e até engraçadoooo!!!!

    Abraços á todos!!!

  14. Samuel Varela - Crato-CE

    Gostei da história desse livro…
    Já anotei aqui na minha lista de livros que tenho que comprar. Em breve mais um para minha estante.

  15. O Goblin

    Cof… Cofff… Cofff… Infelizmente estou sendo perseguido por uma patrulha Orc que esta em meu encalço. Eu sabia que não devia ter pegado aqueles ouros, mas era só emprestado. Eu pretendia devolver, bem eu acho que sim…. Mas vamos ao comentário, antes que eles cheguem.

    Primeiramente senhorita Juliana, você esta completamente errada os cangurus andam apenas de duas pernas e se não for assim eu criarei um mundo onde seja e ponto. Até parece que nunca assistiu canguru Jack.

    Agora sobre o livro ele é bem fraquinho, uma idéia legal, mal desenvolvida e cheia de furos. Onde estão o estereótipo dos evangélicos?? (Gustavo??) O galo deveria cantar as 7 horas da matina quando fosse gentilmente incomodado.

    E como a Dani disse cadê as revoluções contra a revolução? Onde estão os porquinhos adolescentes EMO com camisetas do Cheeee QueVara?? Falta muita coisa para o livro ser considerado bom, talvez se tivesse sido escrito por Tolkien fosse muito melhor. Falando nisso não descreveu nem o chiqueiro pós revolução, pensem só como ficaria? Será que os porcos mandaram limpar? Ou são como todo bom político e gostaram de continuar na lama?

    As perguntas são muitas e por isso minha nota pra o livro é zero, odeio livros que me deixam com varias duvidas como esse. Então salvem “La Revolucion” e vamos todos comer na churrascaria da esquina.

    “Cadê o Goblin que estava aqui? Orcs querer comer couro de goblin no jantar. Orc pegar, Orc esmagar. Pegar! Quebrar! Trucidar! Perninhas de Goblin nós arrancar!”

  16. O Goblin

    —- Momento reflexão do Goblin —-

    Por favor sente-se confortavelmente em meu pequeno divã, para uma reflexão profunda e muito seria meus caras companheiros podcasters grifinianos.

    Se o livro retrata tão bem os esteriotipos quais seriam aqueles que representariam nossos caros “colegas” de ouvido. Os podcaster falantes do Grifo, Dani Tostou, Eric, Juliana e Gustavo. Bem analisando profundamente as personalidades demonstradas em minha cadeira de extração de mentes, eu lhes digo eles são:

    Dani Toste: Nossa grande companheira Lebre, sempre com respostas rápidas e sem sentido, ela esta sempre tentando por ordem nas coisas, mas logo desiste e no ultimo podcast se mostrou melhor como “caótica” do que “ordeira”.

    Eric: Este leva o cargo de Hiena, engraçadinho sem graça, ele tenta fazer piada de tudo, ri de tudo, mas na verdade não tem a menor graça. Felizmente seus risos fazem com que nós outros bestas, caímos no riso junto.

    Juliana: A bela e simpática Ovelha, quando fala é sabia, mas nunca sabe de nada então esta sempre quieta. Quando ouvir alguma voz de fundo sendo cortada pelos outros, bem é ela.

    Gustavo: O Sapo trapalhão, canta, pula, ri e chora. Bem ele é aquele que você odeia odiar e não recebe criticas minhas pois a musica dos anões foi bem interpretada. Mesmo que a dos bichos tenha sido gauchadas sem sentido.

  17. SuperPalha

    E ai pessoal,

    Muito boa a escolha do livro. Ri muito quando compararam os fans do Tolkien com os fans do Crepúsculo.

    Mal posso esperar pelo pod do Guia do Mochileiro.

    Abraço.

  18. henrique

    As meninas deram a mesma nota pra trama desse livro que a nota da trama do Ladrão de Raios???

    • Dani Toste

      Olá Henrique,

      Olhando agora, foi a mesma nota sim.

      Mas vale lembrar que as notas não são baseadas em comparações, até porque cada livro tem um estilo de trama diferente.

      Eu, particularmente, uso sempre o mesmo critério de avaliação e 4 significa que a trama está entre mediana e ótima. No geral, eu tento guardar a nota 5 para livros que eu ache que tem uma trama particurlarmente especial.

      Vale lembrar que na minha opinião qualquer nota de 3 a 5 é boa, e normalmente 3 significa que eu gostei do livro, 4 significa que eu gostei muito, 5 significa que ficou entre os meus favoritos.

  19. Clayton

    Ola Pessoal.
    Comecei a ouvir o podcast do livro “revolução dos bichos” mas ainda não tinha lido, me interessei muito. Vou ler ele, depois volto e termino de ouvir o podcast.

    Obrigado..

  20. Sharron Clemons

    Como todo mundo que tem coração, eu simpatizo muito com os ideais marxistas. Mas como todo mundo que tem cérebro, sou obrigado a admitir que as tentativas de implantar estes ideais nunca deram certo. “A revolução dos Bichos” mostra um pouco disto visto que Orwell nunca critica os ideais que moviam a revolução. O alvo das críticas é a atitude das pessoas (bichos) que, seja por más intenções, negligência ou mesmo burrice pura e simples, são os responsaveis pelo fracasso da utopia. Como disse o Gustavo: “A ganância é o mal do mundo”. Concordo com a colocação porque ganância não é apenas querer prosperar, querer melhorar as próprias condições de vida e etc. No fundo o que os porcos queriam era ser superiores aos outros animais. Eles não queriam conforto para todos, eles queriam conforto APENAS para eles, porque de nada valeria o luxo se ele estivesse ao alcance de todos. Pra mim esta ganância é a causa raiz de todo e qualquer problema social do mundo. Finalizando, se você gostou de “A revolução dos Bichos” leia “1984″ AGORA!!! Se você não gostou… bem… então, como diria Sansão: você precisa trabalhar mais ainda!

  21. Nona Mills

    Notas: Trama: 3,00 Personagens: 4,00 Escrita: 4,00 Leitura: 5,00 Tema complicado… George Orwell era contra qualquer tipo de Estado Totalitário, os seus livros tratam da visão distopica da sociedade. A revolução dos bichos é uma critica à sociedade que se estabeleceu na União Soviética, ou seja, ao Stalinismo. Não devemos confundir com o socialismo – comunismo – anarquismo, sistemas teóricos jamais implantados. A revolução dos bichos – A revolução russa: Major (Lenin); Napoleão (Stalin); Bola-de-neve (Trotsky); Os perfis dos animais são traçados: os porcos, as ovelhas (que repetem sem consciência os lemas), os cavalos (com seus tapa-olhos que só conseguem olhar para o trabalho), as vacas, as galinhas (que se perdem na dispersão), o burro (empacado em suas verdades)… Todos com traços marcantes de manipulação, alienação, rigidez, ignorância, dispersão, teimosia… Não entrarei na discussão do que é exploração ou não… mesmo por que sou Marxista-Leninista. O livro trata de diversos assuntos, tais como: os direitos do trabalhador e do aposentado se encerram na indiferença dos poderosos; a alienação da igreja que arrebanha novas ovelhas; etc. Por fim, a metáfora da janela: “As criaturas de fora olhavam de um porco para um homem, de um homem para um porco e de um porco para um homem outra vez; mas já era impossível distinguir quem era homem, quem era porco.” Até o próximo livro…

  22. Rafael Jacauna

    Excelente. Já conhecia a história, história esta citada e uma dezena de aulas que participei.
    Agora senti vergonha de ainda não ter lido e já encomendei o dito cujo.

    Vergonha quase tão grande de não ter lido O Príncipe de Maquiavel.

    Parabéns, 2 abraços para as mulheres e uns tapas nas cotas dos camadas.

  23. Tiago Malta

    Fiz um remix para o capitulo deste CAST [link]

  24. Garneck3

    Oi pessoal do GN.
    sou ouvinte de vários podcasts, sobre temas variados, mas nenhum de livros. pena que esse assunto não seja tão popular quanto cinemas, games, quadrinhos, etc…
    Como estou embarcando na de vocês só agora, vou fazer maratona de episodios e ir comentnando na medida do possivel.XD
    A revolução dos Bichos huahsuahus
    ri um bocado com essa de porcos capitalistas…
    tive que ler esse livro no ensino médio, para um debate.. e o professor marxista, tentou nos induzir a “abraçar” esse pensamento, mas sei lá por que( talvez pq na época éramos todos adolescentes pouco ligados a quaisquer questões políticas) a coisa toda acabou virando contra as intenções do professor, muitos de nós passaram a defender que o comunismo como sistema de governo jamais daria certo com os seres humanos que vivem em nosso planeta, e tudo por um motivo simples: ambição. enquanto o ser humanos tiver ambição, mesmo as mais nobres, uns irão querer ter mais que os outras, ou ter mais que os outros e a corrupçã do sistema inteiro vai acabar ocorrendo uma hora ou outra…
    athe + abçs

Adicione um comentário