Review: Darker than black

Escrito por: | em 07/06/2011 | Adicionar Comentário |

“De um dia para o outro, surgiu uma área anormal gigantesca em Tóquio chamada de “Hell’s Gate”, o “Portão do Inferno”.

O aparecimento desse território intransponível tomou do habitantes de Tóqui o verdadeiro “céu estrelado”…

E surgiram também pessoas que deram suas almas humanas em troca do poder das trevas.

Esses são chamados “contratantes”.”

Assim começa Darker than Black, o  mangá de Nokiya, Bones e Tensai Okamura, mostra Kana, uma estudante que encontra por acaso na rua seu pai, que está morto há um ano. Inconformada, ela começa a procurar lugares onde o pai poderia estar e encontra Klang e Hiei, dois contratantes lutando.

A partir daí, ela passa a ser perseguida pela organização chamada Wiegenlied (Canção de Ninar, em alemão) da qual Klang faz parte e também seu pai, que agora é se chama Stille. Com a ajuda de Hiei e do gato chamado Mao, Kana procura uma explicação para o pai ter se tornado um contratante, e se manter viva, já que Klang parece querer usá-la para que Hiei entre para a Wiegenlied.

Lançado em abril pela Panini, a série terá apenas 2 volumes, e como será bimestral logo o segundo volume deve chegar as bancas.



Categorias: Mangás e Quadrinhos
Tags: , , ,

Comentário sobre Review: Darker than black

  1. Lorde Worth

    Sem querer ser o chato que fica corrigindo todo mundo,mas o nome do contratante é Hei. Hiei é o espadachim de YuYu Hakusho

Adicione um comentário