Capítulo 18: O Restaurante no Fim do Universo

Escrito por: | em 15/08/2011 | Adicionar Comentário |

O PODCAST:

Capítulo 18 - O Restaurante no fim do Universo

Play
Play

Baixe a versão zipada: Download

Nota: Este podcast contém Spoilers.

O LIVRO:

Capa do Livro "O Restaurante no fim do universo" de Douglas Adams

Título: O Restaurante no fim do Universo

Autor: Douglas Adams

“O Restaurante no Fim do Universo”, segundo livro da série “O Mochileiro das Galáxias”, narra a continuação da jornada de Arthur Dent, Ford Prefect, Zaphod Beeblebrox e Trillian viajando no tempo e no espaço e esbarrando em grandes mistérios como o regente do universo, a questão sobre a vida, o universo e tudo mais e até mesmo com o fim de toda a existência.

Edições utilizadas:

– Adams, Douglas. O Restaurante no Fim do Universo. Tradução: Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Sextante, 2009.

A EQUIPE:

Comentários por: Danielle Toste, Eric Torres, Juliana Morais, Gustavo Domingues.

Edição por: Gustavo Domingues

A AVALIAÇÃO:


AVALIAÇÃO Dani Eric Gustavo Juliana Média
Trama 2,00 3,00 3,00 2,00 2,50
Personagens 2,00 3,00 3,00 2,00 2,50
Escrita 3,00 5,00 5,00 3,00 4,00
Leitura 3,00 3,00 4,00 4,00 3,50
Média 2,50 3,50 3,75 2,75 3,00

AS REFERÊNCIAS:

Trilha Sonora: Digital Memories por LukHash

PROXIMO EPISÓDIO:

O Capítulo 19 será sobre o livro: “Crepúsculo” de Stephenie Meyer.

Comentários, dúvidas, sugestões: contato [arroba] grifonosso.com

AVALIAÇÃO Dani Eric Gustavo Juliana Média
Trama 2,00 3,00 3,00 2,00 2,50
Personagens 2,00 3,00 3,00 2,00 2,50
Escrita 3,00 5,00 5,00 3,00 4,00
Leitura 3,00 3,00 4,00 4,00 3,50
Média 2,50 3,50 3,75 2,75 3,00



Categorias: Podcast
Tags: , , , ,

Dani Toste

Advogada, jogadora de RPG, viciada em internet, amante de de livros, séries, música e filmes. Acha que o Lewis Carrol é um gênio, é obcecada pelos livros da Alice que considera os melhores do mundo.

26 Comentários sobre Capítulo 18: O Restaurante no Fim do Universo

  1. Kedraroth

    Baixando pra ouvir… Como assim o próximo é sobre CREPÚSCULO??!?!? HSAUHSAUHUSAHHASUHSAH

  2. Edmilson

    Eu realmente preciso reler meus livros, não terminei de ler esta série tão curta, não li Narnia, não li batalha do apocalipse, e estão todos na minha mão, ai ai ando displiscente, mais tarde ouvirei este episódio. Obrigado por mais um ótimo trabalho, sempre ouço oque falam sobre os livros e vou listando os que pretendo comprar.

  3. Cris Drovas

    Finalmente um novo podcast. Mas o descanso (espero sinceramente que tiveram algum descanso).

    Acho que antes gostaria de fazer apenas duas críticas ao podcast:

    1 – As vezes, os off topics duram muito mais tempo que o normal. Adorei a conversa sobre o “Flying Spaghetti Monster” (RÁMEN) mas isso desvirtua muito o assunto.

    2- Meu nome se pronuncia Dróvas, não Drôvas. (Ditongo aberto). Não que me incomode, mas quando minha prima (ouvinte casual de podcasts, incluindo o Griffo Nosso) ouve a mensão a meu nome e começa a zuar pelo erro, é um sinal para corrigir. Mas…sinceramente? Foda-se. Se quiser, chamem até de “DROGAS”.

    (Fim do Off-topic…Poderá ter spoilers)

    O Restaurante no Fim do Universo é minha obra favorita dessa série magnífica. Adorei o podcast e as referências feitas. A parte no qual eles estão realmente no restaurante e o gerente faz seu discurso. É muito….surreal. “Dancem, macacos, Dancem”. (E concordo que o Marvin é a maior arma de destruição em massa existente).

    O inglês No-sense é a praia confortavel de Douglas Adans, que é um escritor com uma grande habilidade e genialidade para as pequenas pérolas oferecidas pelo guia, mas sem muito cuidado com os personagens e a trama. (Enfim….humor inglês. Nunca vi um quadro do Monthy Phyton analisando a psique de John Cleese)

    E sobre a próxima “obra” a ser comentada, o livro “Crepúsculo”, estou curioso sobre como será o podcast. Pessoalmente, acho o livro fraco sem o ódio que outras pessoas despertam sobre o mesmo. É ver para crer

    Abraços a todos e nos vemos na próxima.

    • Dani Toste

      Kedraroth,
      Sim… Crepusculo…. vamos ver o que acontece né…

      Edmilson,
      Fico feliz em saber que estamos ajudando nas escolhas, por um lado me ajuda tbm, já que os membros do podcast trocam sugestões sobre os livros.

      Cris Drovas,
      É, eu acho que desvirtua às vezes também (acredite, eu passo a gravação inteira tentando manter o foco). Sei que às vezes alguns ouvintes reclamam disso e não é que eu ignore as reclamações, mas às vezes é muito difícil mesmo, de certo modo, acho que faz parte, mas estou sempre trabalhando nisso.
      Sobre o nome, prometo me atentar, principalmente porque eu sofro do mesmo problema: Muita gente le meu nome como “Tôste”, mas o certo é “Tóste”.
      Eu gosto muito de nonsense, mas acho que deve ser usado com sabedoria … hehehe.
      Eu estou esperando um experiência bem traumatica com a leitura do Crepusculo, acho até que eu tenho expectativas tão baixas que talvez ele me surpreenda positivamente, mas esse livro é um experiência, vai ser o primeiro livro que vamos ler sem recomendações positivas de algum dos podcasters… veremos…

      Jagunço,
      Eu tenho a impressão que um único livro, mais longo, já seria suficiente para mim…

  4. Jagunço

    Acho que o humor da série decai a cada livro. Pelo simples fato de que a novidade é que é o segredo do trabalho do Adams. Ri demais com os dois primeiros, mas poderia ter parado no volume três, como um fechamento qualquer – usando o poder da trilogia pra se consagrar.

  5. Lorde Worth

    Dani, sempre achei que fosse Toast. HA-HA-HA (risada lenta e pausada). A que horas isso foi gravado (tinha certeza de que a Dani cairia no sono nos dez primeiros minutos)? Crepúsculo… bom, fazer o que? Se queriam ser melosos, podiam ler “O piso rouxinol” (que, se não me engano, o Gustavo tem), é meloso e tem ninjas.
    PS: O Marvin mata até mesmo o maior dos altistas.
    PSS: Meu último comentário no post de racismo foi muito revoltado… não me recordo do porquê.
    PSSS: Quando estudo uso um chapéu de pirata, para combater o aquecimento global (RÁMEN).
    PSSSS: Até quandos S posso chegar?

  6. Lorde Worth

    Não posso perder a oportunidade.
    Em um apocalipse Z seriam necessários:
    1 político gordo (para usar de isca)
    5 estagiários de qualquer coisa(para culpar pelos erros)
    10 engenheiros
    20 militares
    2 cozinheiros
    2 agricultores
    7 vadias, digo, profissionais do sexo

    + 1 grupo de apoio (com 10 civis sem habilidades especiais) para substituir o grupo principal que morrerá de DSTs transmitidas pelas pros.

  7. William Froes

    Bacana,adoro quando o assunto são esses livros mais leves,não concordo exatamente com as notas mesmo assim gosto muito do podcast e do blog em geral.vcs são demais.

  8. William Froes

    o lance dos 6×9 quando o Douglas Adams foi perguntado ele disse- ninguém entende piadas em base 13 ou algo assim
    em base de 13,54 são 4 “trezenas?” e 2 unidades.

  9. Ivan

    Pessoal , gosto muito do podcast, mas espero fazer uma crítica construtiva, a hiperatividade de vocês durante a gravação está começando a tornar as conversas confusas.
    Em momentos demais durante o podcast um fala por cima do outro e em outros há até conversa paralela, já havia percebido isso no último podcast, mas achei que era implicância minha, afinal faz parte do estilo de vocês interromperem uns aos outros, mas acho que isso começa a ficar excessio.
    No mais foi um episódio divertido, ainda que não tenha sido informativo.

  10. Thiago Spegiorin

    Olá olá!

    Primeiramente, ótimo Cast, como sempre.

    Sobre o livro, tenho que concordar: Ele é mais fraco que o anterior.
    Não que seja ruim e nem que o Livro não contenha partes hilariantes e geniais como de praxe. Apenas penso que ele perde um pouco, como dito nesse ep., na forma de que o autor organiza todo o livro. Pessoalmente creio que para que uma obra, seja ela uma série ou um livro, de Non-Sense fique interessante, além de tudo mais engraçada, ela ainda necessita de algum nível de organização mais “formal”.
    Cito a exemplo o próprio Monty Python; mesmo que todo o quadro se baseie em algo bizarro e completamente maluco, ele tem um senso de organização por trás de tudo mais formal. Todo episódio tem sua organização como episódio e todo quadro também.

    Parabéns e até o próximo!

  11. Natália

    Essa capa do livro é de alguma edição mais nova ou super velha? Achei tão feia! O livro que tenho a capa é tão mais divertida..

    • Dani Toste

      Natália,

      Qual capa? a que eu usei na capa do podcast ou a da edição que utilizamos?

  12. Thiago Spegiorin

    Se for a da vaquinha, é “nova”, ou pelo menos a que está em circulação atualmente.

  13. Aléxis González

    Não tem como pensar num livro só. A série “O Mochileiro das Galáxias” só pode ser avaliada como um todo, discordo das avaliações de vocês.

  14. Lorde Worth

    Aléxis, não acha que “praticamente inofensiva” e “and another thing” são livros que destoam tanto do resto da serie que devem ser considerados obras separadas mas com os mesmos personagens?

  15. Aléxis González

    “Praticamente inofensiva” apesar de destoar do restante da saga, não considero como uma obra separada, já que foi concebida pelo Douglas Adams para sua trilogia de cinco livros.

    Já o “And Another Thing” nem isso é. E concordo que deva ser avaliado como obra separada.

  16. Rafael Jacaúna

    Hehehe muito bom. Se perderam bonito no caminho em rsrs

    Em vez de Adm pega Engenheiro de Produção, que já serve como multi tarefa rsrs

    Ai é bom um professor de História em!
    Conhecer estratégias militares, organização social, entre muitas outras coisas ter didática é bem útil!

    Eu gosto muito da serie, mas a “trilogia original” isto é, até o terceiro livro, o ótimo, o 4º e o quinto livro são bons, os 3 primeiros “vivem” bem sozinhos. (ainda não li o 6º)

    Vlw pela lembrança no inicio do cast.

    Ps: ótimo post sobre Vampiro a mascará.

  17. Pingback: LINKS DA SEMANA [01] | LEITOR CABULOSO

  18. Stéphann Engel

    Olá pessoal do Grifo Nosso!
    Primeiramente gostaria de parabenizá-los e agradecer por fazer esse trabalho maravilhoso com todas essas historias! Já faz um tempinho que venho acompanhando os podcast só não comentava mais venho humildemente pedir desculpas por não agradecer antes pelos momentos que eu passo ouvindo as historias, viajando e me dando mais vontade de ler mais livros do que dou conta, espero que nunca abandonem o Grifo Nosso pois me divirto horrores com as conversas de vocês, tudo bem que as vezes meio que perde o foco do livro mais não da nada, estou ansiosa para ver o pod cast do Crepúsculo curto muito a saga mais ver ela na versão de vocês vai ser muito divertido.
    Sucesso!
    Fiquem com DEUS.

  19. Marilia Gil

    Adorei o episódio! Gosto muito de Douglas Adams mas concordo que, neste livro, ele se perde um pouco da história. Aliás, tbem tenho a impressão que a história é o de menos. Não flui tão bem quanto nos livros anteriores. Mas ainda assim ele tem alguns lampejos de genealidade durante a escrita.

    Concordo com o alguns comentários: as conversas paralelas e as fugas de assunto estão beeeem longas e atrapalham. Eu sei que é difícil manter o foco, mas e se ao invés de tentar focar, simplesmente editar esses pedaços?

    Beijos!

  20. Marcus Vinicius

    Muito bom o podcast de vocês, estava faltando mesmo um podcast destinado a literatura, e diferente do papo na estante (que é um bom podcast), o podcast de vocês, é bem um “grupo de livro”, com debates e tudo mais…

    Parabéns pela iniciativa, e vou acompanhar e na medida do possivel ler os livros que serão comentados….

    Deixo aqui alguns livros que são interessantes.

    O Cão dos Baskervilles – Conan Doyle
    OS Quatro Grandes – Agatha Cristie
    Rangers a Ordem dos Arqueiros (série de 8 livros)
    Eu, Robô – Asimov

  21. Neto

    Muito bom o site de vocês, adorei o podcast vou começar a acompanhar…

    • Neto

      Aliais já assistiram o filme?

      • Gustavo Domingues

        Olá Neto, que bom que gostou do site.
        Eu já vi o filme antes de ler os livros e gostei bastante, ele têm algumas sacadas boas, mas sei que é muito inferior ao material original.

  22. Evelin

    Olá!
    Adorei o podcast. Faz um tempinho que já li esse livro e relembrei muitas piadas ótimas com vcs. Gosto bastante dessa série de livros, apesar de preferir o primeiro e não gostar do terceiro da série.

    Gustavo, seus comentários são ótimos!

    Abraços a todos e parabéns!

Adicione um comentário