Outras Mídias: Teatro dos Contos de Fadas

Escrito por: | em 30/09/2011 | Adicionar Comentário |

Acho que não é segredo para nenhum leitor do Grifo Nosso que eu sou super fã de livros/histórias infantis e isso inclui os contos de fadas.

Uma coisa curiosa sobre os contos de fadas é que muitas vezes histórias infantis em geral são conhecidas como contos de fadas pelo simples fato de serem clássicas. Eu não sou especialista no assunto, mas já li algumas coisas sobre assunto e percebi que não existe uma definição muito clara de “contos de fadas”, mas uma coisa é certa: eles não se confundem com lendas, mitos ou fábulas e muito menos com histórias infantis em geral (O Tolkien tem um livro específico sobre o assunto, chamado “Sobre histórias de fadas“).

A Bela Adormecida, por Maxfield Parrish

A Bela Adormecida, por Maxfield Parrish

Como os contos de fadas não surgiram no papel, mas contados de geração em geração, existem muitas versões das mesmas histórias, com diversas variações em culturas diferentes, mas certamente os irmãos Grimm, junto com Hans Christian Andersen, são os mais famosos compiladores de contos de fadas.

Mas, curiosamente ou não, meu contato com contos de fadas escritos foi MUITO posterior ao meu contato com os Contos de Fadas em geral, e certamente o “Teatro dos Contos de Fadas” foi o maior e mais marcante contato que tive com os contos clássicos (sim, mais ainda do que os meus amados clássicos da Disney).

Fera de "A Bela e a Fera" do "Teatro dos Contos de Fadas"

Maquiagem de Fera nos anos 80

Eu resolvi falar disso aqui, embora ache que no final é uma dica meio furada – não tenho a menor idéia de onde vocês podem encontrar os DVDs com essa série (e, mesmo que consigam, não sei quantos de vocês tem paciência para gravações antigas) – porque acredito que é uma material que realmente merece ser mencionado, ao menos uma vez, aqui no blog.

A série teve seis temporadas e um total de 27 episódios (26 contos e 1 especial), e foi ao ar originalmente entre 1982 e 1987. No Brasil a série foi transmitida pela TV Cultura. Entre os contos narrados na série estavam os clássicos: Branca de Neve, a Bela e a Fera, Cinderella, A Pequena Sereia, Rumpelstiltskin, Pinóquio, Rapulzel, o Príncipe Sapo (com o Robin Williams), etc.; e ainda alguns menos clássicos como: As Princesas Dançarinas, A Princesa que nunca sorria, O Rouxinol, etc.

Capa de "João e Maria" do "Teatro dos Contos de Fadas"

Essa é a cara das capas dos DVDs originais que eu não consigo encontrar em lugar nenhum

Eu me lembro pouco da série em si, mas me lembro absolutamente bem de grande parte das histórias (mesmo aquelas cujo conto eu nunca li, como Rumpelstiltskin). Ainda assim, pelos contos que li depois de crescida, em comparação com a minha memória, acho que a série é bastante fiel ao conteúdo dos contos “originais” (não que exista uma versão “certa” de um conto de fada, mas utilizando os escritores clássicos como parametro). Muitíssimo mais fiel do que as versões da Disney, por exemplo.

Acho que grande parte das pessoas da minha geração ou um pouco mais velhas deve ter visto algum episódio dessa série em algum momento da vida, mas fica a dica, para quem tiver paciência de procurar ou encontrar por acaso por ai ou para assistir por partes no Youtube. É um pena que nunca tenha havido um projeto para fazer um remake da série, mas acho que para quem conseguir superar os efeitos antigos, ainda vale muito a pena.



Categorias: Outras Mídias
Tags: , , ,

Dani Toste

Advogada, jogadora de RPG, viciada em internet, amante de de livros, séries, música e filmes. Acha que o Lewis Carrol é um gênio, é obcecada pelos livros da Alice que considera os melhores do mundo.

3 Comentários sobre Outras Mídias: Teatro dos Contos de Fadas

  1. Heider Carlos

    Adoro esta série, tenho todos os episódios em português e em inglês. Fiquei de seed durante muito tempo no torrent da versão dublada. Infelizmente o torrent morreu. Em relação aos dvds a qualidade da imagem e de áudio não é boa, está a nível de videocassete. Assim como o próprio material do produto também é ruim, com o encarte com cores desbotadas. Eu encontrei em supermercados, naquelas pilhas de dvds que encalharam e são vendidos baratos.

  2. Mauricio

    Estou conseguindo baixar a série toda, mas não sei se está legal ou não. De qualquer forma, vou ver se melhoro a imagem e som caso não esteja cem por cento. A minha filha de quatro anos adorou os que ela viu e pede para eu fazer o dvd. Vamos ver no que dá! São mais de 12GB de arquivo e está demorando um pouco.Um abraço a todos.
    Obs: eu nunca tinha visto antes, nem sabia que existia. Sou do tempo do Teatrinho Estrela que passava na antiga TV TUPY, na década de 60 e se parecia com essa série, mas naquela época, aqui no Brasil, não era gravado.Produzidos pelo falecido Fabio Sabag.

  3. Pablo Paternostro

    Estou precisando das capas também, só consegui em resoluções muito baixas. Estou montando a coleção com menus com fotos e sinopses.
    E muito preciso dessas capas originais com um boa resolução, assim como essa que foi postada. Se caso tenha algumas outras nessa ótima qualidade, ficaria muito grato em receber. Tenho umas poucas que achei, quando encontrar todas, prometo disponibilizar. Muito obrigado

Adicione um comentário