Notícias Subterrâneas: Semana 19

Escrito por: | em 11/02/2012 | Adicionar Comentário |

Olá a todos, sejam bem vindos à décima nona semana das Notícias Subterrâneas! Cobrindo os lançamentos pouco divulgados da semana de 5 a 11 de fevereiro.

Ouçam uma música calma, relaxem e preparem-se para uma onda do bizarro, do criativo, do épico e do sinistro que vocês provavelmente não ouviram falar, todos esmagados por piadas sem graça e referências mal pensadas.

Buscando, como sempre, facilitar a vida de vocês, de agora em diante colocarei um (*) ao lado dos títulos de livros disponíveis para kindle e um (^) ao lado daqueles disponíveis em audiobook (visto que quase todos os lançamentos são internacionais). Ah, sim, novamente não tenho datas de lançamentos para livros nacionais, ou seja, continuarei com o preview no final da lista.

Para leitores novos: cliquem nas capas para mais informações ou comprar e deixem comentários sempre que possível (é assim que garantem meu ânimo da semana seguinte).

Lançamentos americanos

The Mirage: A Novel (Matt Ruff) *

the mirage

Faltam palavras para descrever minha expressão enquanto lia a sinopse de The Mirage. A proposta é realmente muito boa (MUITO BOA!). Peço que leiam, eu espero.

Voltaram? Ótimo!

Um livro que se propõe a recontar os últimos dez anos de tensão entre os EUA e o Oriente Médio invertendo os papéis enfrenta um grande desafio. Não só pela quantidade de fatos históricos (e especulações) envolvidos, mas também pela estranheza que a ideia deve causar. Retratar os americanos como terroristas, bin Laden como herói e protagonista e o Oriente Médio como a maior potência do mundo são decisões… polêmicas (MAMILOS!) ? As primeiras críticas a aparecer já são positivas, o que me deixa imensamente interessado em The Mirage. É sempre bom ver um autor sem medo de chocar os leitores mais… ortodoxos? Realmente me faltam palavras para tratar de The Mirage.

The Bedlam Detective: A Novel (Stephen Gallagher) *^

the bedlam detective

Não é algo muito criativo, então acho melhor admitir logo que escolhi só pela capa…

Na verdade não.

Escolhi The Bedlam Detective para a lista como uma tentativa de não falar de The Order of Scales, porque é um livro com dragões na capa.

Também não.

Escolhi The Bedlam Detective por ter uma sinopse que apresenta uma ideia genérica mas dá a impressão de que o livro consegue criar sua própria identidade dentro dos clichês. A história em si é sobre Sebastian Becker, um detetive especializado em casos relativos a pessoas ricas, poderosas, influentes e completamente loucas. O caso em específico contado no livro é o de um milionário que supostamente enlouqueceu após perder a família em uma viagem à Amazonia (sempre lá, não?) e em cuja cidade diversos assassinatos hediondos acontecem de tempos em tempos. Becker inicia sua busca pela verdade. Pareceu bem passável até este ponto, sei que pareceu, mas a partir daí chamou minha atenção pelo enfoque psicológico da história e pelo envolvimento sobrenatural… e porque na capa do livro há uma análise bem chamativa por Dean Koontz (acho que já falei dele por aqui)

Wild Thing: A Novel (Josh Bazzel) ^

wild thing

Mais um que parte do preceito de “quanto mais, melhor”, o segundo livro do doutor Brown (sendo o primeiro Beat the Reaper) esfrega na cara do leitor sua sinopse que contém casos médicos, máfia, exorcismos, monstros e psicopatas. A sinopse é bem pequena. Minha sugestão? Primeiro um pouco de LSD, depois leiam a sinopse de Beat the Ripper, deve ser o único jeito de entender o que está escrito nela.

Throne of the Crescent Moon (Saladin Ahmed) *^

throne of the crescent moon

Hmm… Aventura fantástica em ambiente árabe E COM ZUMBIS. Finalmente lançado o primeiro livro do premiado escritor de contos Saladin Ahmed (que aliás tem um histórico de participações em podcasts estrangeiros), pode não parecer horrivelmente original, criativo, inteligente, intenso ou emocionante… pode não parecer bom, mas olhem para a cara do autor:

Saladin Ahmed

 Observem a forma como ele sorri, agora olhem para a capa do livro e fitem por alguns momentos a figura de Moisés atirando raios de luz em zumbis. Preciso dizer algo mais? Se falhar em todos os aspectos pelo menos deve ser um livro trash engraçado.

Guardian of Night (Tony Daniel) ^

guardian of night

Nosso tapa-buraco da semana! Perdão. Nosso último livro da semana*! Para não perder o hábito de falar de space opera, trago a vocês Guardian of Night, que tem como protagonista um alien de uma raça que está vencendo a guerra contra a humanidade. Um livro em que os aliens destroem a humanidade?

Infelizmente, não.

Um livro em que o alien vê seu povo que estava vencendo a guerra ser exterminado por um grupo de quatro a dez humanos que por algum motivo matam milhares de inimigos superiores em todos os aspectos sem ao menos usar armadura?

Infelizmente, não.

Guardian of Night é um livro sobre um alien que deserda para o lado dos humanos com uma arma experimental e muda o curso da guerra vencendo seu próprio povo?

Infelizmente, sim.

Pode ser bom! Pode ser legal… Certo, não posso fingir que acredito nisso. De qualquer forma, leiam a sinopse, pode interessar a alguém.

Preview

Coletânea de Contos (Caio Thomaz)

coletânea de contos

Mais um sem data de lançamento. Não encontrei data de evento e em alguns sites há indicação de que já foi lançado mesmo, mas há pouco tempo está na página de lançamentos da editora Novo Século. Resultado: preview no final das notícias.

O livro é uma Coletânea de Contos (Ah! Não me diga!) aparentemente de terror (Como se a capa não deixasse isso explícito) com um extra de fantástico. As sinopses dos contos são legais e em alguns deles intrigantes, a capa é bonita e transmite bem a ideia do livro e… bem, leiam a sinopse.

Semana que vem já adianto que falarei sobre o livro de Van Curtt, sim só disse isso para poder citar esse nome. Parabéns pelo pseudônimo, Van Curtt! É muito sonoro.

Estou lendo: O Conquistador, livro 2Os Senhores do Arco (Conn Iggulden)

Ainda?!

Sim, ainda. Sem muito o que adicionar a isso, os exageros me divertem bastante, as descrições são muito boas e a história flui bem. Foi uma semana lenta, li somente 100 páginas. No entanto, voltado a meu ritmo normal de leituras, comecei dois outros livros ao longo da semana.

Primeiro, li algumas páginas de uma coletânea de contos da saga dos Volsungs, isso constitui basicamente minha necessária dose esporádica de mitologia nórdica. Sim, mitologia nórdica, fora os contos bem conhecidos o livro ainda adiciona muitos outros que são ligeiramente… completamente desconhecidos! Pode ser por alguma tradução, mas procurando no google encontrei só duas ou três citações a certos personagens.

Explorando mais a literatura gótica brasileira, comecei Noite na Taverna (de Álvares de Azevedo), que nas primeiras 15 páginas foi muito bom.

Perdão pelo atraso de… 14 horas? Melhor mudar o horário definitivamente de 8 da manhã para 4 da tarde de Sábado.

Agradeço a todos pela presença. Deixem suas críticas, sugestões, insultos e comentários felizes.

Até a próxima semana!



Categorias: Notícias Subterrâneas

Lorde Worth

Caçador de Hobbies exóticos, leitor obsessivo e jogador compulsivo.

2 Comentários sobre Notícias Subterrâneas: Semana 19

  1. Priscilla Rúbia

    A coletânea de contos me interessou, só fico com um pé atrás pela edição da Novo Século que as vezes deixa a desejar. Os lançamentos internacionais são interessantes tb, mas como eu tenho que esperar para ler… -.-
    Eu estou lendo – não que interesse a alguém – O Documento R de Irving Wallace. Pra quem conhece o autor sabe que ele escreve mto sobre conspirações e esse é mais um. Estou gostando :3

  2. Ronaldo Cavalcante (@RonaldoCav)

    Hmmm.. The Mirage realmente parece muito bom. Resta saber se o livro consegue mesmo inverter os papéis de bandido e mocinho na história.

    Throne of the Crescent Moon me deu uma preguiça danada de continuar lendo a sinopse hehehe… Aventuras em ambientes árabes já não me agradam muito (areia, aquele povo todo empacotado e com turbante e palácios árabes em uma capa são o equivalente a dragões do Sr. Worth para mim hehe) daí ainda tem zumbis e “Moisés” (hahaha adorei)… Talvez outro dia me chame mais a atenção…

    Contos são legais mas alguns são bons demais para serem apenas contos, não acham? Fico frustrado as vezes…
    Espero participar um dia de uma antologia ou coisa parecida… mas duvido que eu consiga fazer algo pequeno, completo e que ainda fique bom…

    Vlw pelas notícias, Sr. Worth.

Adicione um comentário