Notícias Subterrâneas: Semana 30

Escrito por: | em 29/04/2012 | Adicionar Comentário |

Trigésima semana das Notícias Subterrâneas! Parece que sem a ameaça para cumprir os horários vou inadvertidamente atrasar, mas semana que vem vou novamente lutar para cumprir o horário entregando o relatório mais (ou menos) sem graça de notícias de literatura fantástica e de ficção-científica da blogosfera (que palavra desagradável) no horário. Se um dia já falamos só de livros desconhecidos, fomos completamente corrompidos, porque olhando para a lista de hoje todos podem ver que o primeiro livro é do Stephen King. Mas se na segunda semana já falei do Glen Cook, talvez a parte de “subterrâneas” nunca tenha feito algum sentido real. Enfim, temos grandes lançamentos hoje, vamos à lista! Recados de sempre: cliquem nas capas para mais informações ou comprar; * e ^ indicam livros disponíveis para kindle ou audio book, respectivamente; comentem, pelo amor dos céus (preciso de atenção).

Lançamentos

The Wind Through the Keyhole: A Dark Tower Novel ( Stephen King) *^

the wind through the keyhole

O oitavo livro da Torre Negra (como se não bastassem os sete anteriores) foi oficialmente lançado no dia 24, dois meses após o lançamento das primeiras edições especiais. Primeiro, não acabei de ler a Torre Negra, estou no quarto livro. Até o final do ano eu talvez consiga acabar a série, mas sublinhem milhares de vez o TALVEZ. Resumindo o que é a Torre Negra: é um série de fantasia (bizarra e louca) épica, cheia de referências pop, jogos de palavra, descrições e passagens com estudos bem amplos de linguagem (em um estilo muito Macunaíma, aquele modernismo extremo) e o mais importante, um clima sinistro e grotesco muito característico. Cronologicamente, The Wind Through the Keyhole se passa exatamente após o quarto livro, quando Rolland decide contar uma história de sua vida (que raridade!) a seu ka-tet. Uma história de seus primeiros dias como pistoleiro quando conta a um garoto, sobrevivente de um ataque de transmorfo, a história de Tim Stoutheart. Ou seja, uma história dentro de uma história dentro de outra história. Antes de sequer cogitar ler mais alguma crítica ou detalhes de The Wind Through the Keyhole preciso acabar o quarto livro, algo que deve levar alguns meses.

The Children of the Sky (Vernor Vinge)

the children of the sky

Na verdade foi lançado em outubro do ano passado, mas vergonhosamente não fiz nenhum comentário sobre ele, então agora estou aproveitando o lançamento das edições de capa mole. Ainda bem que agora deixo menos lançamentos grandes de lado, se não precisaria de muitos relançamentos para citar todos. The Children of the Sky é a sequência direta de A Fire Upon the Deep e o segundo ou terceiro livro da série Zones of Thought (não sei se A Deepness in the Sky conta como segundo livro ou não). O título é bem literal, falando realmente de uma nave de crianças humanas que cai em um planeta alienígena. Só para resumir do que se trata a série. A Fire Upon the Deep apresenta a ideia de que há setores no universo que definem até que ponto e com que velocidade uma raça pode se desenvolver, indo desde áreas em que o poder da mente reina supremo até reinos bárbaros milenares. O foco tanto de A Fire Upon the Deep quanto de The Children of the Sky é uma raça medieval drasticamente menos evoluída que o ser humano.

The Mongoliad, livro 1 (autores demais para citar todos)

the mongoliad

Eis um projeto criativo e interessante. The Mongoliad, ou melhor, “A Mongolíada”, ou ainda, “A Mongolíada: Mongóis do Barulho” (prefiro essa tradução), foi um projeto online, realizado por seis autores e centenas (ou milhares) de colaboradores. Basicamente, no site mongoliad.com os seis autores, uma equipe de historiadores, coreógrafos, entusiastas de artes marciais, animadores, designers de video-games e outros se uniram para produzir uma série de fantasia histórica em vídeo, áudio e texto com apoio de um fórum onde os leitores puderam opinar a cada capítulo sobre o rumo que a história tomaria no seguinte. Agora, três meses após sua conclusão, a história começa a ser publicada em sua versão final, já editada pelos autores para corrigir alguns deslizes e coisas desnecessárias. E como o título diz, este é o primeiro livro. O enredo se desenrola como uma história dentro de uma história. No século XIII, acompanhamos as aventuras de um grupo de aventureiros que, para salvar a Europa de uma invasão mongol, adentram o universo político de várias sociedades secretas. Essa história é contada nos tempos atuais, quando arqueólogos encontram na Itália, manuscritos e traduções do século XIX, reunidos por um espadachim e historiador, que contam o enredo de seis séculos antes. É uma obra ampla e que me atraiu muito, mas com essa capa… digo, a anterior (do site) era muito mais interessante.

Extremis: A Starfire Novel (Steve White & Charles E. Gannon)

extremisstarfire

A dupla White & Gannon junta atributos que garantem uma única coisa: Extremis é uma obra criada sobre amplos estudos de teoria militar. Steve W

hite é co-autor de The Shiva Option e dos livros da série Starfire, mas desta vez troca seu parceiro habitual, David Weber, por Charles E. Gannon, outro aficionado por literatura militar.

Starfire é uma série de jogos de tabuleiro, com manuais bem complicados, diga-se de passagem, com uma longa série de livros compondo seu universo expandido. Extremis é uma história independente dentro do mesmo universo, tratando de um dos últimos suspiros da humanidade para sobreviver pelo ponto de vista do maior general que os restos da humanidade possuem.

Certo, é uma série baseada unicamente em cenas de combate e grandes sequências de planejamento e nesse  livro um dos autores (o mais consagrado, aliás) foi trocado. Expectativas? Não é meu tipo de livro, mas os fãs maiores de ficção militar devem ficar histéricos.

The Chaos Knight, livro 2: Lance of Earth and Sky (Erin Hoffman)

lance of earth and sky

Vejam, um dragão na capa! Estou lentamente vencendo meus preconceitos literários.

Sequência de Sword of Fire and Sea, Lance of Earth and Sky mantém a mesma fórmula de título, façamos um experimento criando títulos na mesma fórmula:

Springs of Hot and Cold, Snack of Sugar and Salt, Show of Horror and Grotesque… rápido e fácil.

O enredo do primeiro livro tem como protagonista o Capitão Vidarian Rulorat (capitão do que exatamente?) e sua viagem escoltando a sacerdotisa Ariadel rumo a um templo no sul. Não deixarei spoilers do segundo livro, mas o que me chamou a atenção é o contexto em que a história se passa. Embora o mundo não seja especialmente atraente, as mudanças pelas quais passa são: a magia está progressivamente desaparecendo, mas após determinados acontecimentos volta com muito mais destaque. Fico curioso com a forma que a autora mostra a sociedade se adaptando à ausência de magia para então precisar subitamente se adaptar a sua presença muito mais forte.

Estou Lendo

As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 4: O Festim dos Corvos  (George R.R. Martin)

A semana foi corrida, não li mais de cem páginas. Renan, você estava certo, o nível do enredo não voltou ao que era antes e a história dos Greyjoy é um estorvo colossal.

Eu até gosto do Jaime com a pose de “príncipe encantado canastrão” dele, principalmente por como fica destruído depois de perder a mão. Diferente de quem diz que ele “ficou legal” no terceiro livro ou que “o Matin tenta nos convencer de que ele é legal” acho que o Regicida continua sendo um babaca, mas um babaca com quem consigo me identificar um mínimo desde o começo. Certo, deixemos a parte do incesto e as tentativas de assassinato de lado . Só quero indicar com isso que me esforço para me colocar no lugar de cada personagem e reconhecer algo de familiar neles que não me faça desgostar particularmente de nenhum. Vício causado por muitos livros de ambiguidade moral, talvez.Fico feliz que o Martin tenha me recompensado por isso trocando os capítulos repetitivos da Sonsa por capítulos do outro único personagem capaz de genuinamente me enojar: Cersei.

A cada página com um título CERSEI preciso parar de ler e esperar até o dia seguinte para conseguir ler 10 páginas. Que desanimo.

Acabamos aqui a trigésima semana (céus, que número grande!) das Notícias e, bom, perdoem minha demora.

Semana que vem estarei no horário novamente caso minha internet e as forças maiores da vontade universal permitam.

Para prevenir vou preparar tudo no feriado.

Até lá!

PS: dessa vez não deixarei de responder os comentários.

Menções  Honrosas

Bitter Seeds dreadnaughtTrickedTales Of The Abysmal Plane



Categorias: Notícias Subterrâneas
Tags: , , , , , , , ,

Lorde Worth

Caçador de Hobbies exóticos, leitor obsessivo e jogador compulsivo.

2 Comentários sobre Notícias Subterrâneas: Semana 30

  1. Ronaldo Cavalcante (@RonaldoCav)

    Passando rapidamente desta vez, Sr. Worth… nem tive tempo de ler as sinopses na íntegra…

    Único que achei bom dessa semana foi Lance of Earth and Sky, e que capa linda, hein? Dragão de respeito esse…
    Esse tema magia acabando eu já vi em alguns livros e em um anime chamado Fairy Tail… interessante até…

    Passei o olho batido na sua leituta porque ainda pretendo ler essa saga do Martin e vi que tems uns spoiller ali… humpf… estou no final de Dragões de Eter (que ainda consegui ler na viagem a fortaleza apesar do bullying dos meus amigos foliões) onde as coisas estão tomando rumos catastróficos e excitantes uhuuuuuul.. uma loucura de quebra de cenas e tramas… Grande abraçooo

    • Lorde Worth

      Boa, eu tinha me esquecido dessa parte do Fairy Tail, se bem que lá isso foi tratado de uma forma meio… leve. Não que eu espere alguma discussão sociológico com magia em Lance of Earth and Sky, até porque eu não aguentaria ler um livro assim. Mas o dragão é mesmo de respeito.

Adicione um comentário